No ar:

Ouvir!     

» Vida / Estilo » #ficaadica


18/10/2020 | 11h22min

Personal Trainer revela o que fazer e o que não fazer para entrar em forma a apenas 3 meses do verão

“Não existe milagre! O segredo é fugir dos extremos”, diz Bruno Sapo

Disciplina sem dietas malucas. Foto: Pixabay/DivulgaçãoDisciplina sem dietas malucas. Foto: Pixabay/Divulgação

2020 foi um ano bem atípico e triste. Em média vivemos 6 meses de quarentena e o sedentarismo nunca esteve tão em alta. O que já era moda antes se tornou ainda mais comum: a busca pelo corpo dos sonhos poucos meses antes do verão. Ainda sem poder lotar as academias, a procura por soluções milagrosas cresce e coloca questões mais sérias em xeque, como manter uma boa imunidade. O Professor de Educação Física Bruno Sapo, Especialista em Treinamento Desportivo e mestre em Gerenciamento Esportivo ressalta:

 

“Esse verão está ainda mais peculiar, pois ficamos menos ativos durante a quarentena e o ganho de gordura e redução de massa magra foram potencializados pela pandemia e tudo que gira em torno da mesma”.

 

Pensando nisso, o profissional ex-atleta de futebol americano e um dos pioneiros do treinamento funcional no Brasil conta o que fazer e do que fugir neste momento para recuperar o tempo perdido e conquistar o corpo ideal com saúde. Confira:

 

Alimentação

 

Fuja: Dietas restritivas

 

Dieta da lua, da sopa, do ovo, qualquer dieta aleatória encontrada na internet merece o sinal de alerta! O famoso efeito rebote e os riscos a saúde são altos De acordo com Bruno “a probabilidade de desenvolver um corpo pior é enorme. Além disso, em algum momento elas podem reduzir sua imunidade e na circunstância em que estamos vivendo, isso é o mais importante”.

 

Aposte: Plano alimentar feito por um nutricionista

 

Pode parecer clichê, mas um plano alimentar desenvolvido por um bom nutricionista faz toda diferença. É como um investimento que você colherá os benefícios por muito tempo. Uma dieta individualizada, adaptada a sua rotina vai ajudar a manter a consistência e não desistir.

 

Menos tempo, mais resultado

 

Fuja: Acreditar que só o aeróbico resolve

 

Exercícios aeróbicos como corrida e ciclismo são excelentes aliados na perda de gordura, porém não devem ser o principal, a não ser que você realmente goste muito de correr ou pedalar por longas distâncias. Mas além de não agradar a muita gente, eles não favorecem tanto o ganho de massa magra, responsável pela definição corporal e pelo aumento do metabolismo. Nem sempre o resultado rápido apresentado na balança irá significar perda de gordura.

 

Aposte: Exercícios multiarticulares

 

O segredo é mexer o corpo por completo. Para quem quer resultados mais rápidos, a dica é apostar em exercícios que trabalhem mais de uma articulação ao mesmo tempo na musculação, como agachamento e leg press, que envolvem quadril, joelhos e tornozelo, e supino, que envolve cotovelos e ombros. “Esses exercícios são os mais eficientes quando falamos da relação entre tempo e resultado”, afirma o personal. Para resultados ainda mais eficazes, combinar o aeróbio ou um HIIT com esses exercícios, também é uma ótima estratégia.

 

Não existe milagre

 

Fuja: Produtos e fórmulas “milagrosas”

 

Seria incrível se existisse uma pílula que nos deixasse com o corpo dos sonhos, mas infelizmente não existe nenhum método milagroso além de esforço e dedicação. A começar pelos famosos cremes e géis. Segundo Bruno, “até mesmo através dos exercícios, a gordura é perdida de forma sistêmica. Não há nada a fazer que vá criar a perda de gordura em apenas uma determinada área”.

 

Aposte: Constância e amor pelos treinos

 

Encontrar algo que realmente dê prazer e encaixar a rotina é a única “fórmula milagrosa” para transformar o corpo. “Existem vários exercícios que vão te fazer perder gordura, ganhar massa e conquistar seus objetivos. Encontre o seu favorito e aposte nele. Não adianta comer brócolis e correr 10km em um dia e durante os outros 6 dias não fazer nada. Consistência é a chave”, diz o criador do Treino do Sapo. “No começo é necessário adaptar a rotina, mas para ser constante, precisa ser algo que você goste”.

Personal Bruno Sapo dá dicas para você entrar em forma para o verão com saúde

 

Intensidade

 

Fuja: Aumento abrupto no volume de treino

 

De repente todo o foco e a motivação vem e vamos do sedentarismo a um volume heróico de treinos. “De uma hora pra outra, a pessoa que não fazia nada passa a treinar sete dias por semana, durante duas horas. Além do risco de ocasionar uma lesão, o estresse corporal do treino pode reduzir consideravelmente a eficácia do sistema imunológico, que é o que menos queremos no momento”, alerta.

 

Aposte: Alta intensidade, mas adequada

 

Aumentar a intensidade dos treinos pode ser uma ótima alternativa para conquistar resultados mais rápidos, mas de acordo com o Bruno, “essa intensidade varia de pessoa para pessoa e deve ser avaliada com calma. É importante ter o auxílio de um bom profissional de educação física.

 

Por último, um alerta sobre a crença de que quanto mais suor, melhor. O hábito de praticar atividades físicas com roupas em excesso, lugares abafados ou até mesmo enrolado em plásticos como andou sendo difundido, pode gerar desconforto e desidratação. O Personal é taxativo ao afirmar que a sudorese não está relacionada a perda de gordura. Então, coloque sua roupa mais confortável, escolha seu esporte favorito, seja constante e que venha o verão.

 

Intensidade

 

Fuja: Aumento abrupto no volume de treino

 

De repente todo o foco e a motivação vem e vamos do sedentarismo a um volume heróico de treinos. “De uma hora pra outra, a pessoa que não fazia nada passa a treinar sete dias por semana, durante duas horas. Além do risco de ocasionar uma lesão, o estresse corporal do treino pode reduzir consideravelmente a eficácia do sistema imunológico, que é o que menos queremos no momento”, alerta.

 

Aposte: Alta intensidade, mas adequada

 

Aumentar a intensidade dos treinos pode ser uma ótima alternativa para conquistar resultados mais rápidos, mas de acordo com o Bruno, “essa intensidade varia de pessoa para pessoa e deve ser avaliada com calma. É importante ter o auxílio de um bom profissional de educação física.

 

Por último, um alerta sobre a crença de que quanto mais suor, melhor. O hábito de praticar atividades físicas com roupas em excesso, lugares abafados ou até mesmo enrolado em plásticos como andou sendo difundido, pode gerar desconforto e desidratação. O Personal é taxativo ao afirmar que a sudorese não está relacionada a perda de gordura. Então, coloque sua roupa mais confortável, escolha seu esporte favorito, seja constante e que venha o verão.


Veja também:


23/10/2020 | 11h22min

» #aguanaboca: Bolinho de chuva com banana

22/10/2020 | 09h29min

» #aguanaboca: Pudim de leite condensado com creme de leite

20/10/2020 | 15h15min

» Saúde: Médico aponta que metabolismo lento não é o único grande vilão do emagrecimento


Comentários:


Voltar ao topo