No ar:
Santiago Atualidade - Paulo Pinheiro    10h00min às 11h25min

Ouvir!     

» Vida / Estilo » #ficaadica


20/03/2020 | 13h03min

Nutricionista ensina suco para aumentar a imunidade

Juliana Vieira lista alimentos que vão te ajudar a ter mais saúde e quais evitar

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação


A preocupação do mundo inteiro é a pandemia do coronavírus (Covid-19). Apesar de não ter como prevenir a doença, nem o seu agravamento, é preciso aumentar a imunidade para afastar outras enfermidades e não precisar ir ao hospital, onde podem estar vários contaminados.


A nutricionista Juliana Vieira elencou alimentos que aumentam as defesas do organismo:


"O ideal são frutas cítricas, como laranja, acerola, kiwi, tomate; além de brócolis, couve, pimentão verde e vermelho, que são ricos em vitamina C. O gengibre , própolis, cúrcuma, ativam os passos iniciais da resposta imune também", recomenda a profissional.


Também é necessário evitar alimentos que diminuem a imunidade, além de causar danos à saúde intestinal.


"Evite alimentos doces , gordurosos, fast e junk foods. Beber pouca água e dormir mal são ações que podem reduzir a imunidade", afirma.


Juliana também ensina um suco para aumentar a imunidade:



Ingredientes



        •       1 beterraba

        •       1 maçã

        •       2 cenouras

        •       1 limão

        •       Água



Modo de preparo:


Corte a beterraba em rodelas e bata no liquidificador com um pouco de água. Misture bem. Eu, particularmente, não uso a peneira para poder aproveitar as fibras dos alimentos  . Separe e guarde na geladeira enquanto bate no liquidificador, com água, o limão , as cenouras e a maçã. Misture tudo e o ideal é meia hora antes do café da manhã, em jejum.


Veja também:


28/01/2021 | 09h31min

» Saúde: 4 mitos sobre emagrecimento que podem estar sabotando sua dieta

28/01/2021 | 09h08min

» Saúde: Quatro alimentos que ajudam a controlar a ansiedade na pandemia

26/01/2021 | 11h15min

» #ficaadica: Misturar café ou chá verde no shampoo traz resultados? Especialista responde


Comentários:


Voltar ao topo