No ar:
Santiago Atualidade - Paulo Pinheiro    10h00min às 11h25min

Ouvir!     

» Vida / Estilo » Beleza


24/03/2021 | 10h20min

Mitos e Verdades sobre o Mega hair: O queridinho das BBBs

Tati Cordeiro, criadora de uma das técnicas que estão no mercado, tira algumas dúvidas sobre os métodos

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

Quando o assunto é vaidade, nós vemos algumas pessoas exagerarem na dosagem. Será que tantos procedimentos capilares e estéticos são realmente saudáveis para nós? Com essa questão em mente, a hairstylist Tati Cordeiro fala sobre os mitos e verdades do mega hair. Vamos às dúvidas? 

 

A aplicação dói? 

 

Não causa dor ou incômodo, dependendo do método, é recomendado que a aplicação seja feita com um profissional; 

 

A Aplicação é demorada? 

 

Isso vai de técnica para técnica. A de fita costuma ser em média 45 minutos; 

 

Danifica os cabelos? 

 

Não danifica o cabelo natural. O método mais recomendado por dermatologistas é o de fita, por não ser agressivo e não trazer problemas ao couro cabeludo;

 

Como saber se o método escolhido não ficará aparente? 

 

É sempre bom entender como o profissional que você escolhe trabalha. A ideia é entender que para isso, é necessário haver uma breve pesquisa. Nós aqui no Studio Tati Cordeiro trabalhamos com o perfeccionismo, então o certo é que a aplicação não apareça. 

 

A Manutenção tem que ser feita em quanto tempo? 

 

O tempo para a manutenção vai de cabelo para a cabelo, geralmente é de 45 a no máximo 60 dias para não deixar aqueles fios pendurados. 

 

Como faço para manter meu mega? 

 

Use sempre os produtos recomendados, não exagere. O menos é mais. O ideal é usar  shampoo, condicionador e hidratante nada mais.


Veja também:


12/04/2021 | 10h00min

» Casa: Tendência: Tons claros de madeira voltam com força total em 2021

06/04/2021 | 11h12min

» #ficaadica: Especialista em beleza, dá dicas de como fazer delineados perfeito, inspirados nos de Juliette, do "BBB"

05/04/2021 | 15h36min

» #aguanaboca: Bolo de banana com chocolate e amendoim


Comentários:


Voltar ao topo