No ar:
Campo a Fora - Odilon Ramos    05h00min às 07h00min

Ouvir!     

» Vida / Estilo » Comportamento


23/09/2021 | 16h01min

Hábitos que estão roubando a sua energia e deixando você sem ânimo

Querer agradar todo mundo e reclamar estão na lista

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

Um mundo com cada vez mais informações circulando, é muito difícil manter a saúde mental. São noticiários catastróficos, más notícias, poluição visual e sonora, entre outras coisas.

 

As redes sociais, que também são vilãs nesse sentido, estão ali prontas para “empurrar” todo tipo de padrão inalcançável na cabeça das pessoas, piorando ainda mais a “sanidade” dos indivíduos que as usam.

 

E como se já não bastasse um mundo turbulento, existem hábitos que praticamos e são verdadeiros venenos para a saúde mental. Com a saúde mental descompensada, o esgotamento vem e é normal se sentir sem energia.

 

Sete hábitos que estão deixando você sem energia

 

Reclamar

Existe um ditado oriental que diz: “Reclamação e sucesso não combinam”. Não se sabe ao certo quem citou essa frase pela primeira vez, mas essa pessoa estava certa. A reclamação possui a capacidade de nos impedir de enxergar o lado bom das coisas, nos direcionando sempre para uma leitura negativa dos fatos. Isso acaba prejudicando, destruindo a motivação e tornando o simples ato de levantar-se da cama um fardo muito pesado. Pare de reclamar hoje mesmo e agradeça até por coisas simples, como o fato de estar respirando.

 

Viver no passado

 

Os seres humanos são criaturas temporais, com tempo de vida determinado. Não temos a capacidade de conhecer o futuro e pensar muito nisso nos causa ansiedade. Analogamente, somos incapazes de voltar ao passado e consertar um erro, por exemplo. Por isso, abandone o que ficou para trás de uma vez por todas. Importe-se apenas com o que você é no dia de hoje, preparando-se para o futuro. Cada dia é uma nova chance de fazer da forma certa aquilo que deu errado lá atrás.

 

Pensar demais

Seja versátil, decidido e prático. Demorar demais para tomar uma decisão, por exemplo, pode fazer você perder oportunidades e ficar com dúvidas sobre o que teria acontecido se tivesse agido de forma diferente. Além disso, focar demais nos problemas é hábito a ser abandonado. Assuma os riscos, quebre protocolos e esvazie a sua mente, ou então a sua energia irá embora junto com o seu tempo.

 

Querer agradar a todo mundo

 

As outras pessoas são diferentes de você, e diferentes entre elas. É impossível entender como funciona a mente de cada indivíduo, o que torna a tarefa de agradar a todos um esforço nulo. Seja apenas você, e não se importe com o julgamento alheio.

 

Tentar dar conta de tudo

 

Apesar de ser uma máquina incrível, o corpo humano não é perfeito, muito menos inesgotável. Delegue funções, peça ajuda e admita que não consegue fazer tudo sozinho. Do contrário, você pode perder até mais que as suas energias.

 

Viver a vida alheia

 

Um dos piores males da nova era da informação é a comparação que é feita entre os indivíduos. As redes sociais estão sempre lotadas de pessoas que disputam para mostrar, na maioria das vezes falsamente, a vida incrível que têm. Nisso, algumas pessoas começam a se comparar e se martirizar por querer ter a vida de determinada pessoa, ou ser como alguém. Não caia nessa cilada, viva a sua vida e vá no seu tempo.

 

Fingir que está tudo bem

 

A busca por qualidade de vida passa pelo hábito de ser honesto consigo mesmo e com quem está à sua volta. Se algo não lhe agrada ou alguma situação está prejudicando a sua saúde mental, demonstre isso. Nunca guarde para si dores que você não precisa carregar sozinho. Além disso, esse hábito nocivo pode levar a problemas mais sérios como ansiedade crônica e depressão.

 

Fonte: curapelanatureza - Goodanderson Gomes

 


Veja também:


19/05/2022 | 10h12min

» Saúde: Gripes e resfriados: automedicação pode mascarar sintomas e trazer riscos

17/05/2022 | 11h02min

» #aquece: Chocolate quente cremoso fácil

12/05/2022 | 13h53min

» #ficaadica: Adeus ao frizz: Janny Mota explica a diferença entre cabelos secos e ressecados


Comentários:


Voltar ao topo