No ar:

Ouvir!     

» Vida / Estilo » Beleza


03/08/2020 | 09h40min

Frio e uso de aquecedores exigem cuidado maior com a pele

Orientações da Sociedade Brasileira de Dermatologia - Secção RS ajudam a manter a pele em dia no inverno

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

Com as temperaturas mais baixas  é prudente estarmos atento aos efeitos do frio na pele. Além do uso de hidratantes, cuidados básicos ajudam a evitar que o ressecamento da pele seja intensificado. Banhos rápidos e de preferência não tão quentes são aliados. Pacientes com histórico de dermatites devem ficar mais atentos a esses cuidados no inverno.

 

“Também é importante ter uma ingesta de líquidos adequada e alimentação balanceada, com proteínas, frutas e legumes. Isso evita deficiências nutricionais que por sua vez podem causar ressecamento da pele”, afirma.

 

A médica recomenda uma alimentação balanceada com alimentos ricos em vitaminas como frutas e legumes. As proteínas são importantes, pois o colágeno, que compõe a estrutura da pele, é uma proteína. Então incluir fontes de proteínas na dieta é muito importante.

 

Nesta época do ano as pessoas costumam utilizar aquecedores, ar condicionado e lareira, que tiram a umidade do ar e com isso podem também ressecar a pele, piorando ou predispondo as peles ao ressecamento já comum causado pelas temperaturas mais baixas.

 

Quem utiliza aquecedores e lareiras durante mais tempo deve ter atenção especial à hidratação cutânea. Também é fundamental ter o cuidado com aquecedores e lareiras para evitar o risco de queimaduras”, complementa a médica.


Veja também:


22/11/2020 | 13h31min

» #aguanaboca: Receita de arroz de Natal

22/11/2020 | 12h58min

» Nutrição: Saiba quais alimentos ajudam a deixar a pele mais firme

10/11/2020 | 16h44min

» Moda: O uso de tênis por Kamala Harris durante a campanha presidencial e o que isso comunica


Comentários:


Voltar ao topo