No ar:
Baita Chão - Marco Antônio Nunes e Marcelo Peronio    15h00min às 16h00min

Ouvir!     

» Vida / Estilo » Beleza


03/11/2019 | 16h01min

Especialista dá dicas sobre a descoloração de fios crespos

Inspirado em Sheron Menezzes e Lucy Ramos

Fios claros de Sílvia (Lucy Ramos). Foto: DivulgaçãoFios claros de Sílvia (Lucy Ramos). Foto: Divulgação

Vem chegando o verão... E, com ele, a vontade de adotar fios louros para combinar com o bronzeado. Mas antes de — literalmente — entrar de cabeça nessa transformação, é preciso cautela — especialmente das donas de cabeleiras crespas ou cacheadas, que podem se inspirar nos visuais da vilã Gisele (Sheron Menezzes), de “Bom sucesso”, e Sílvia (Lucy Ramos), de “A dona do pedaço”.

 

— Fiz o clareamento dos cachos em duas etapas, sempre respeitando o limite da mecha. Somente na terceira visita ao salão, cheguei ao tom desejado — conta a intérprete da influenciadora digital da novela das nove, que, durante um período na trama, ostentou tranças africanas: — Ela entrou no clima da influencer que troca de cabelo num piscar de olhos (risos), mas os cachos já voltaram, sim.

 

E, para deixá-los perfeitos, a atriz aumentou a quantidade das hidratações depois de encarar um processo nada gentil com o fio.

 

À convite da Canal Extra, o cabeleireiro Robson Albuquerque, do Top Hair Ipanema, transformou a modelo Bruna Flanklin, de 33 anos, baseando-se nos visuais das personagens da Globo. Aqui, ele também explica como funciona o clareamento dos fios crespos:

 

 Na descoloração, tira-se uma série de sais minerais, proteínas e aminoácidos do cabelo. Como consequência, ele perde um pouco da estrutura original.

 

O efeito “menos definido”, inclusive, foi notado por Lucy Ramos logo:

 

— Senti uma pequena diferença na forma das madeixas. Elas não cacheiam tanto quanto antes, porém não ficaram danificadas.

 

Para não prejudicar tanto o cabelo, o especialista reitera a necessidade de seguir com disciplina um protocolo de tratamento antes e depois do clareamento:

 

— O mais indicado é fazer uma cauterização (reposição da queratina) em seguida. Também recomendo fazer hidratação em casa uma vez por semana. Vale lembrar, claro, que o procedimento é recomendado somente para quem tem cabelo sem alisamento ou relaxamento, já que existe o risco de acontecer um corte químico.

 

Quanto ao louro apropriado para a pele morena ou negra, o processo limita-se, simplesmente, a uma questão de escolha.

 

— Particularmente, acho que tons mais quentes, brincando com o marrom, caem melhor. Mas um dourado mais claro também costuma ficar ótimo.

 

E se pintar alguma preocupação quanto a ser negra e loura, uma combinação que até pouco tempo ainda era questionada, Lucy Ramos afirma:

 

— Esse mito de que a negra não pode ter o cabelo louro ficou lá atrás! Eu não tive o menor medo de clarear. A gente pode tudo!

 

Antes de embarcar na transformação... Entenda o processo

 

Segundo Robson Albuquerque, quanto mais escuro ou longo for o cabelo, maior será o tempo de espera do clareamento. No caso da modelo, a transformação durou aproximadamente três horas. Abaixo, você confere as etapas do processo:

 

1 - Após dividir o cabelo em quatro partes, o descolorante é aplicado em mechas feitas à mão ou enroladas no papel laminado.

2 - Aguarda-se a mecha chegar ao tom de fundo desejado.

3 - O descolorante é enxaguado com xampu e condicionador.

4 - Os fios são tonalizados com a cor desejada. Novamente, aguarda-se por alguns minutos até enxaguar e condicionar pela segunda vez.

5 - Na finalização, a fitagem dos cachos é feita com óleo de tratamento, que dá maciez e brilho.

 

Extra


Veja também:


14/11/2019 | 10h03min

» #ficaadica: O abacate é precioso para o fígado

13/11/2019 | 11h01min

» #ficaadica: Saiba como cuidar dos fios loiros no verão de Grazi Massafera

11/11/2019 | 07h03min

» #aguanaboca: Receita de geleia de jabuticaba


Comentários:


Voltar ao topo