No ar:
Olho Vivo - Jones Diniz    08h10min às 09h55min

Ouvir!     

» Geral » Meio Ambiente


05/07/2019 | 12h50min

Viveiro Florestal da URI realiza entrega de mudas florestais à Emater de Capão do Cipó

As mudas contribuirão para o desenvolvimento regional, formando pasto apícola e gerando recursos madeireiros e energéticos

Foto: Divulgação/Uri SantiagoFoto: Divulgação/Uri Santiago

Foram entregues na terça-feira (3), milhares de mudas florestais para Emater de Capão do Cipó.

 

A instituição é representante do serviço de extensão rural do estado, e fortalece o desenvolvimento socioeconômico e cultural do município. Além disso, atende às demandas diárias de seu público, formado por agricultores familiares e assentados. A solicitação por mudas foi sinalizada pelo técnico agrícola Samir Bernardo, estudante de Agronomia da universidade.

 

Foram entregues mudas florestais (resultado de pesquisa) das espécies de eucalipto: Eucalyptus saligna, Eucalyptus Dunnii, Eucalyptus Urograndis e Eucalyptus Benthamii. 

 

O Laboratório de Silvicultura e Viveiro Florestal, o qual faz parte do curso de Agronomia, destina-se ao ensino, pesquisa e extensão, tendo enfoque para a implantação de florestas e produção de mudas de espécies florestais nativas e exóticas, de interesse madeireiro, energético, ervateiro, apícola e ambiental. Atualmente o Viveiro Florestal da URI conta com o apoio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado do Rio Grande do Sul, Programa de Demanda Social do SICREDI Vale do Jaguari e do Comitê Interno de Avaliação de Projetos de Extensão (CIAPEX) da universidade.


Veja também:


19/07/2019 | 16h29min

» Consumidor: Procon de Santiago está atendendo em novo endereço

19/07/2019 | 11h14min

» Publicidade: Sanar da Osvaldo comemora cinco anos e oferece serviços gratuitos Sanar da Osvaldo comemora cinco anos e oferece serviços gratuitos nesta sexta-feira

19/07/2019 | 10h07min

» Agenda: Gestão promove workshop regional sobre licitações. Auditora dO TCE será palestrante


Comentários:


Voltar ao topo