No ar:
Essência Gaúcha - Marcelo Peronio    14h00min às 16h00min

Ouvir!     

» Geral » Educação


13/03/2019 | 09h17min

URI leva conhecimento científico às escolas

Projeto de extensão oportuniza aprendizado através de histórias infantis

Projeto iniciou em fevereiro. Foto: Divulgação/Uri SantiagoProjeto iniciou em fevereiro. Foto: Divulgação/Uri Santiago

Escolas públicas e privadas de Santiago contam com um projeto inovador que leva conhecimento aos alunos do 6º e 7º anos através da realização de oficinas e contação de histórias infantis. Como base para explanação, os acadêmicos do IV semestre do curso de Ciências Biológicas da Universidade utilizam o livro intitulado “Uma história nada comum: viaje no mundo dos vertebrados”, que foi escrito e publicado por eles, sob coordenação da professora Cisnara Amaral.

 

Como funciona o projeto?

 

Os acadêmicos se dirigem às escolas e realizam, durante o período do professor da área, um momento de leitura e exploração do livro. Em seguida fazem uma coleta de dados para produção de artigos científicos e participações em congressos sobre a importância da leitura e da interdisciplinaridade entre as diferentes disciplinas ministradas aos discentes.

 

O projeto iniciou em fevereiro e a proposta já foi aplicada pela acadêmica Nathana Minuzzi, na Escola de Educação Básica da URI, com o 7º ano e apoio da professora Arine Frizzo.

 

Qualquer escola pode participar do projeto!

 

Caso a sua escola se interesse em receber os acadêmicos para aplicação do projeto, é só entrar em contato com a professora Cisnara Amaral através do telefone 9 9977.6143 e fazer o agendamento!


Veja também:


22/03/2019 | 15h34min

» Agricultura: Nova diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Santiago, Unistalda e Capão do Cipó é empossada

22/03/2019 | 13h39min

» Educação: Otélio Drebes se emociona com homenagens na escola Sebastião Colpo

22/03/2019 | 13h31min

» Meio Ambiente: Troca de óleo de cozinha por flores e plantas segue nesta segunda-feira, em Santiago


Comentários:


Voltar ao topo