No ar:

Ouvir!     

» Geral » Pandemia


17/12/2020 | 09h52min

União Europeia iniciará vacinação contra a Covid-19 em 27 de dezembro

Agência Europeia de Medicamentos ainda não autorizou nenhuma vacina, mas comitê de especialistas avalia liberação de imunizante da Pfizer/BioNTech, já usado em outros países

Um presente de Natal atrasado, mas há longos meses esperado: os 27 países da União Europeia (UE) começarão a vacinar seus moradores contra a Covid-19 a partir de 27 de dezembro, afirmou a presidente da Comissão Europeia nesta quinta-feira, presumindo que orgão regulador aprove um imunizante até a data. "Nos dias 27, 28 e 29 de dezembro, a vacinação começará em toda a UE", escreveu a alemã Ursula von der Leyen no Twitter. As entregas começarão em 26 de dezembro nos locais de produção na Bélgica e na Alemanha, mas a caberá a cada um dos Estados organizar e coordenar seus próprios programas.

 

A vacina favorita para dar início ao cronogama europeu é a desenvolvida pela empresa norte-americana Pfizer em parceira com o laboratório alemão BioNTech. A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) que um painel de especialistas se reunirá na segunda-feira para avaliar o uso desse produto, aprovado para utilização emergencial no Reino Unido, nos Estados Unidos e no Canadá. Um alto funcionário da UE disse na quarta-feira que o bloco poderia dar sua aprovação final para a vacina m 23 de dezembro.

 

O processo de aprovação da EMA para vacinas contra o coronavírus é muito semelhante ao procedimento de licenciamento padrão que seria concedido a qualquer nova vacina, apenas em um cronograma acelerado. As empresas ainda precisarão enviar dados de acompanhamento ao regulador da UE e a aprovação deverá ser renovada após um ano.


Veja também:


16/01/2021 | 09h06min

» Saúde: URI já entregou 470 quilos de álcool em gel e mais de 3 mil litros de álcool 70%

16/01/2021 | 06h48min

» Pandemia: Mapa preliminar fica com 20 regiões em vermelho e apenas uma em laranja na 37ª rodada

16/01/2021 | 05h03min

» Previdência: INSS: prazo para recorrer de auxílio-doença negado termina neste sábado


Comentários:


Voltar ao topo