No ar:

Ouvir!     

» Geral » Meio Ambiente


20/05/2019 | 17h00min

Trabalho de limpeza pública em Santiago é referência para São Borja

O sistema de contêineres interessou bastante, assim como a economia no processo de licitação

contêineres são espalhados pelo centro da cidade. Foto: Divulgaçãocontêineres são espalhados pelo centro da cidade. Foto: Divulgação

Santiago é um município referência na área da limpeza pública, com recolhimento de lixo que funciona muito bem no centro, nos bairros e interior. A isso, se somam as campanhas de recolhimento de lixo eletrônico, pneus, lâmpadas e a coleta seletiva.

 

Mas o município é também referência pela forma como conseguiu economizar na elaboração do contrato de licitação com a empresa que presta esse serviço, o que foi referenciado pelo Tribunal de Contas do Estado.

 

Para ver tudo isso de perto, uma equipe da Prefeitura de São Borja esteve em Santiago na sexta passada. O secretário Edson Damião Ribas, responsável pela secretaria de Infraestrutura, Serviços Urbanos, Segurança e Trânsito, juntamente com os servidores Tânia e Giovani estiveram reunidos com os secretários santiaguenses Andriele Martins (Meio Ambiente) e Haroldo Pouey (Obras e Viação).

 

Relataram sobre os desafios que São Borja enfrenta e a busca por outras formas de trabalho que deram certo, a exemplo de Santiago. A comitiva recebeu informações sobre os trâmites burocráticos e também puderam ver na prática como as coisas funcionam em Santiago. "Além de vistoriar o centro, os contêineres, também estiveram na Central de Triagem e Transbordo e ficaram encantados com a organização", afirmou a secretária Andriele.


Veja também:


12/11/2019 | 16h55min

» Segurança: Residências e empresas: entenda o desconto do ITPU para quem instalar câmeras de videomonitoramente

12/11/2019 | 16h40min

» Educação: Dados demonstram crescente procura pela educação infantil municipal

12/11/2019 | 14h33min

» Política: Cachorros do canil de Santiago viram astros de calendário criado pela escola Sebastião Colpo


Comentários:


Voltar ao topo