No ar:

Ouvir!     

» Geral » Clima


25/06/2019 | 06h10min

Temperatura deve cair - e muito - a partir da noite desta terça

Tem previsão de geada forte em Porto Alegre, nesta quarta

Hora de se agasalhar muito bem. Foto: Ieda BeltrãoHora de se agasalhar muito bem. Foto: Ieda Beltrão

Uma forte frente fria avança sobre o Sul do Brasil nesta terça-feira (25), com potencial para provocar ventania, chuva forte e acentuada queda da temperatura nos três estados. No fim da semana, outra frente fria traz mais vento e frio.

 

 A chuva mais volumosa é esperada para a metade oeste do Estado e áreas que fazem fronteira com o Uruguai. Na faixa sul, de acordo com a Somar Meteorologia, a precipitação já pode ocorrer nas primeiras horas do dia.

 

À noite, o vento muda de direção e a temperatura começa a cair. Deve ocorrer a chamada mínima invertida – quando a temperatura da noite é menor do que a da manhã. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta destacando risco à saúde devido à possibilidade de declínio maior que 5ºC.  O Inmet também alerta para risco potencial de tempestade para todo o Estado, com chance de queda de granizo. 

 

Na quarta-feira, as áreas de instabilidade da frente fria provocam chuva em todas as regiões do Paraná e de Santa Catarina, mas no Rio Grande do Sul só deve chover um pouco na madrugada e manhã na serra e no planalto.

 

Geada e recorde de frio em Porto Alegre

 

Com previsão de frio intenso para a quarta-feira, 26, e quinta-feira, 27 de junho, Porto Alegre pode estabelecer novo recorde de frio para 2019. Atualmente, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, e menor temperatura em Porto Alegre este ano foi de 9,7°C em 23 de junho. Há condições para geada na Grande Porto Alegre.


Veja também:


31/05/2020 | 15h08min

» Saúde: Quatro vacinas contra a Covid-19 podem começar a ser produzidas ainda este ano

31/05/2020 | 15h05min

» Economia: Bandeira tarifária verde será mantida no ano inteiro, anuncia ANEEL

31/05/2020 | 14h50min

» Pandemia: Número de mortes por Covid -19 chega a 222 no RS


Comentários:


Voltar ao topo