No ar:
Plantão Gaúcha - Rede Gaúcha Sat    22h00min às 23h59min

Ouvir!     

» Geral » Coronavírus


18/03/2020 | 11h11min

Secretaria Municipal de Saúde divulga orientações básicas para atendimento no comércio

Medidas simples de higiene que servem para bloquear o vírus em Santiago

Foto: Ieda BeltrãoFoto: Ieda Beltrão

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS NA PREVENÇÃO DA TRANSMISSÃO DA COVID-19 DURANTE O ATENDIMENTO AO PÚBLICO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ø  MEDIDAS NA ENTRADA DO ESTABELECIMENTO: Cada cliente deve ser orientado a passar álcool gel 70% em ambas as mãos antes de entrar no estabelecimento. Recomenda-se a instalação de um dispensador de álcool gel na porta da loja. Em caso de pacientes com sintomas gripais, deve ser orientado o uso de máscara para permanecer no local.

 

Ø  AGLOMERAÇÕES E FILAS: deve-se evitar ao máximo. Os colaboradores devem orientar os clientes em tempo hábil para evitar multidão no local, recomendar que mantenham distância de outras pessoas de pelo menos 1 metro. Em caso de pacientes com sintomas gripais, recomendar distância de 2 metros. Se necessário, demarcar o piso com fitas demarcação de solo.

 

Ø  LIMPEZA DAS SUPERFÍCIES: as superfícies onde os clientes tocam devem ser desinfetados frequentemente, a cada hora, com álcool líquido 70% ou hipoclorito de sódio 2%. Na falta dessas substâncias, utilizar água e sabão. Intensificar a higienização de todos os equipamentos que possibilitem eventual contaminação (higienização de carrinhos e cestas em supermercados, máquinas de cartão, corrimões, esteiras e balcões de atendimento).

 

Ø  ATENDIMENTO AO CLIENTE: Todo cliente identificado com sintomas de infecção respiratória deve ser encaminhado para uma área bem ventilada e deve utilizar máscara durante todo atendimento, lembrando das orientações de higiene já exaustivamente recomendadas: cobrir o rosto ao espirrar/tossir com o cotovelo, manter distância de no mínimo um metro ao conversar com o cliente e limpar superfícies após o atendimento de pessoas com sintomas gripais.

 

Ø  LAVAGEM DAS MÃOS: deve ser realizada com frequência a cada hora, com água e sabão, utilizando a técnica correta (lavar dedos, palma e região superior, unhas, pulsos) e deve durar de 40 a 60 segundos. Em caso de atendimento a pessoas com sintomas gripais, lavar as mãos a cada atendimento ou passar álcool gel 70%.

 

Ø  USO DE MÁSCARAS: por enquanto, o uso de máscaras é recomendado apenas ao cliente com sintomas de infecção respiratória. Em caso de evidências de que o cliente, além dos sintomas, esteve em locais onde já existe o vírus circulando, os atendentes devem utilizar máscaras.

 

Ø  USO DE LUVAS: por enquanto, não se recomenda o uso de luvas em estabelecimentos comerciais, pois o ideal é lavar as mãos com frequência, uma vez a cada hora, e a limpeza das superfícies. Não se pode levar a mão até a boca e nariz, em hipótese alguma (usar um lenço).

 

Ø  MANIPULAÇÃO DE ALIMENTOS: recomenda-se atenção especial para as práticas de manipulação de alimentos, onde todos os envolvidos devem proceder com as boas práticas de manipulação.

 

Recomenda-se que cada empresa constitua um grupo de trabalho específico para treinar/executar ações com os colaboradores, fornecedores e clientes, respeitando a realidade local. Novas orientações podem ocorrer de acordo com a evolução da pandemia.
 

 

 

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA FARMÁCIAS E DROGARIAS NA PREVENÇÃO DA TRANSMISSÃO DA COVID-19 DURANTE O ATENDIMENTO AO PÚBLICO

 

 

Ø  MEDIDAS NA ENTRADA DA DROGARIA: Cada cliente deve ser orientado a passar álcool gel 70% em ambas as mãos antes de entrar no estabelecimento. Recomenda-se a instalação de um dispensador de álcool gel na porta da drogaria. Em caso de pacientes com sintomas gripais, deve ser orientado o uso de máscara para permanecer no local.

 

Ø  AGLOMERAÇÕES E FILAS: deve-se evitar ao máximo. Os colaboradores devem orientar os clientes em tempo hábil para evitar multidão na farmácia, recomendar que mantenham distância de outras pessoas de pelo menos 1 metro.

 

Ø  VENDAS DE PRODUTOS PARA GRIPES E RESFRIADOS: A gôndola de autoatendimento para antitérmicos e antigripais deve receber atenção especial. As superfícies onde os clientes tocam devem ser desinfetados frequentemente com álcool líquido 70% ou hipoclorito de sódio.

 

Ø  ATENDIMENTO AO CLIENTE: Todo cliente identificado com sintomas de infecção respiratória deve ser encaminhado para uma área bem ventilada e deve utilizar máscara durante todo atendimento, lembrando das orientações de higiene já exaustivamente recomendadas: cobrir o rosto ao espirrar/tossir com o cotovelo, manter distância de no mínimo um metro ao conversar com o cliente e limpar superfícies após o atendimento de pessoas com sintomas gripais.

 

Ø  USO DE MÁSCARAS: por enquanto, o uso de máscaras é recomendado apenas ao cliente com sintomas de infecção respiratória. Em caso de evidências de que o cliente, além dos sintomas, esteve em locais onde já existe o vírus circulando, os atendentes devem utilizar máscaras.

 

Ø  LIMPEZA DAS SUPERFÍCIES: deve ser realizado periodicamente (a cada hora), com álcool líquido 70% ou hipoclorito de sódio (na proporção de uma parte de hipoclorito para 10 de água). Na falta dessas substâncias, utilizar água e sabão.

 

 

Secretaria Municipal da Saúde de Santiago Assistência Farmacêutica


Veja também:


08/04/2020 | 13h45min

» Economia: Coronavírus: empresária diz que ninguém estava preparado para uma situação dessas

08/04/2020 | 13h23min

» Saúde: Vacinação contra a gripe será retomada nesta quinta em Santiago

08/04/2020 | 11h22min

» Economia: Confira como pedir a renda básica emergencial de R$ 600


Comentários:


Voltar ao topo