No ar:
Jornal falado - Jones Diniz e Paulo Pinheiro    12h15min às 12h50min

Ouvir!     

» Geral » Serviço


25/01/2021 | 17h39min

Secretaria municipal de Desenvolvimento Social alerta para o Cadastro Único

As famílias devem ter renda per capta de até meio salário mínimo para serem atendidas pelos programas

Foto: Ieda BeltrãoFoto: Ieda Beltrão

A secretaria municipal de Desenvolvimento Social alerta para o Cadastro Único, que é a porta de entrada para qualquer beneficio em programas sociais do cidadão.

 

 As famílias devem ter renda per capta de até meio salário mínimo para serem atendidas pelos programas de assistência social.

 

A titular da pasta, Denise Flório Cardoso explica que o cadastro não significa receber o Bolsa Família pago pelo governo federal. A cada dois anos a família precisa atualizar os dados que inclui, entre outros a condição de renda e emprego./

 

Denise chamou atenção também ao Benefício de Prestação Continuada para idosos ou pessoas com deficiência. Todas as pessoas beneficiadas devem fazer o Cadastro Único. Em Santiago são poucos  nesta condição.

 

O prazo limite para o cadastro é 30 de janeiro aos beneficiários do BPC que fazem aniversário  em outubro. A suspensão pode ocorrer já em fevereiro deste ano, caso o cadastro não seja feito e assim sucessivamente, de acordo com o mês de aniversário./

 

Denise Cardoso disse que a secretaria possui uma listagem de nomes que estão sendo buscados junto ao CRAS, porém alguns não foram encontrados.

    

 


Veja também:


26/02/2021 | 10h42min

» Economia: Desemprego recua para 13,9% no 4º trimestre, mas é o maior para o ano

26/02/2021 | 09h36min

» Economia: Índices de confiança da indústria e dos serviços caem em fevereiro

26/02/2021 | 09h16min

» Educação: Alerta máximo: o que muda no Câmpus e Escola da URI


Comentários:


Voltar ao topo