No ar:
Plantão Gaúcha - Rede Gaúcha Sat    22h00min às 23h59min

Ouvir!     

» Geral » Agricultura


10/11/2020 | 15h25min

Secretaria da Agricultura começa a levar água para comunidades do interior

De acordo com o titular da pasta, Ademar Geraldo Canterle em Santiago existem 39 localidades abastecidas

Reservatórios sendo abastecidos. Foto: DivulgaçãoReservatórios sendo abastecidos. Foto: Divulgação

A Secretaria da Agricultura de Santiago começou a levar água para alguns moradores do interior, apesar de que a maior preocupação está relacionada aos açudes e bebedouros. As propriedades rurais contam, em sua grande maioria com pequenos açudes para abastecer os animais, tidos como recursos artificiais de água, que mais sofrem com a estiagem.

 

De acordo com o titular da pasta, Ademar Geraldo Canterle em Santiago existem 39 localidades abastecidas com poços artesianos e seis ainda sem este sistema que necessitam de ajuda para o consumo humano. Por enquanto a situação está sob controle.

 

No ano passado a prefeitura contou com apoio do Exército Brasileiro través de caminhões pipas com maior capacidade dos da Secretaria da Agricultura para pelo menos dar  condição às pessoas que não tinham água. Ademar Canterle pediu às comunidades que economizem água, mesmo àquelas abastecidas por poços artesianos. 

 

O secretário estendeu o apelo também à população urbana pelos efeitos que a barragem pode sofrer, novamente, devido ao baixo  volume de chuva, principal forma de abastecimento da bacia.

 

Sobre as comunidades com maior problema de água no interior Canterle citou na localidade de Santa Inês.  Há cerca de um mês foi perfurado um poço artesiano pela Corsan, com grande volume, entretanto o processo entrou na segunda fase que é o teste final da qualidade  e produção de água. Feito isso o poço é liberado.

 

O próximo passo são as instalações da caixa, bomba e rede. O secretário acredita que estas ações não deve ocorrer dentro dos próximos dois meses. Além da localidade de Santa Inês, Lenheira também tem várias moradias que dependem do abastecimento de água. No ano passado dezesseis famílias foram abastecidas. Ademar Canterle salientou que existem projetos para seis novos poços artesianos para que todas as localidades sejam atendidas por redes de distribuição. Devido ao custo, a prefeitura encontra dificuldade de executar o projeto com recursos próprios.


Veja também:


01/12/2020 | 17h59min

» Pandemia: Anvisa inicia inspeção de fabricação de vacinas na China

01/12/2020 | 17h50min

» Segurança: Polícia: Brigada Militar lança Operação Avante Papai Noel

01/12/2020 | 16h14min

» Pandemia: Melhor estruturado, centro de triagem Covid passa a funcionar na capela do hospital


Comentários:


Voltar ao topo