No ar:

Ouvir!     

» Geral » Novembro Azul


02/11/2019 | 17h21min

Santiago fortalece a campanha contra o câncer de próstata

Apesar de ser uma doença grave, cerca de 90% dos casos são passíveis de cura, desde que o diagnóstico seja realizado precocemente

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

O câncer de próstata é o que mais afeta os homens brasileiros depois do câncer de pele. Apesar de ser uma doença grave, cerca de 90% dos casos são passíveis de cura, desde que o diagnóstico seja realizado precocemente.

 

É nesse ponto que se encontra o maior desafio: o preconceito. A maioria dos homens evita procurar o médico por temer o exame de toque retal, que, além do câncer, é importante para diagnosticar outros problemas anorretais e da próstata.

 

Como surgiu o Novembro Azul?

 

A fim de conscientizar a população, principalmente a masculina, sobre os riscos do câncer de próstata, formas de prevenção e as maneiras de diagnosticar a doença,surgiu o movimento internacional Novembro Azul. Durante todo o mês de novembro, a Secretaria de Saúde de Santiago trabalha a campanha e faz um chamamento para que os homens procurem os serviços de saúde, públicos ou particulares, para fazer os exames. É pelo seu bem e também de sua família.

 

 Os médicos de todas as unidades de saúde de Santiago podem avaliar o paciente e solicitar exames laboratoriais, já o exame de toque é realizado pelo urologista no Centro materno

 

Poucos municípios gaúchos possuem um serviço especializado voltado à Saúde do Homem. Na região, Santiago foi pioneira em implantar o atendimento em terceiro turno. Desde então, o serviço de urologia se fortaleceu e já sensibilizou centenas de homens a buscarem o cuidado com sua saúde. A Saúde do Homem é fortalecida com a oferta de atendimento de nutrição, diabete, hipertensão etc. E também possui a vasectomia ambulatorial, que possui boa procura e a triagem acontece por meio das unidades de ESF. 


Veja também:


16/11/2019 | 12h15min

» Economia: Programa de aquisição de alimentos impacta positivamente em Santiago

16/11/2019 | 10h15min

» #énatal: Quando devemos começar a montar a árvore de Natal em 2019?

15/11/2019 | 10h45min

» Dança: Argentina, Paraguai, México, Uruguai e Brasil dão o ritmo do Latino Americano Em Dança


Comentários:


Voltar ao topo