No ar:

Ouvir!     

» Geral » Economia


12/12/2019 | 17h00min

RGE coloca em prática o Plano Safra 2019-2020 focado no atendimento aos produtores de arroz

Ativações e novas ligações de irrigantes estão entre as atividades, principalmente nos municípios da Fronteira Oeste

Comprometida com o desenvolvimento do agronegócio gaúcho, a RGE, distribuidora do Grupo CPFL, vem colocando em prática uma série de ações que visam atender com qualidade, segurança e confiabilidade os produtores rurais de sua área concessão. Denominado Plano Safra 2019-2020, esse conjunto de iniciativas vai ao encontro, principalmente, da produção de arroz, setor que ganha destaque nesta época do ano, e que está concentrado nos municípios da Fronteira Oeste.

 

Com o Plano Safra a RGE disponibiliza uma grande força de trabalho e recursos materiais para fornecer energia elétrica aos equipamentos irrigantes, que são as bombas de captação de água, necessária ao plantio e desenvolvimento do arroz.

 

Equipes de operação estarão disponíveis aos clientes em tempo integral para efetuar quaisquer intervenções na rede elétrica. Também haverá um contingente de profissionais atuando no suporte, desde o Centro de Operações, de onde é comandado todo o sistema de distribuição de energia, até equipes de leitura e inspeção, as quais farão, por exemplo, verificações de consumo, programação de horário de ponta, entre várias outras atividades.

 

O período da safra é um importante momento do ano, onde 2.457 dos 2,9 milhões de clientes da RGE passam a irrigar suas plantações e consomem 413 GW/h em poucos meses. Essa quantidade de energia é suficiente para abastecer o município de Caxias do Sul por seis meses ou São Leopoldo por um ano. A região possui histórico de intempéries, o que pode provocar a avaria dos medidores. Para minimizar esses problemas, a RGE intensificou seu programa de inspeção de medições nos últimos anos, saindo de 108 mil inspeções em 2015 para 142 mil em 2020.

 

“Nossa meta é a satisfação do cliente, reduzindo o número de reclamações, mas também queremos diminuir as perdas comerciais e técnicas”, observa o diretor-presidente da RGE, Marco Antonio Villela de Abreu.

 

O objetivo da RGE é atender com a máxima qualidade os 2.457 clientes, sendo 2.058 que utilizam energia em alta tensão e 399 que usam em baixa tensão, e têm suas propriedades em Alegrete, Itaqui, São Borja, Santiago e Uruguaiana. A previsão da RGE é ativar 233 ligações e efetuar 33 novas. Veja as quantidades por município:

 

Alegrete – 552
Itaqui – 378
São Borja – 279
Santiago – 169
Uruguaiana – 699
Outros - 410

 

A estrutura de atendimento do Plano Safra vai até o final do verão, quando a lavoura de arroz começa a ser colhida.


Veja também:


22/02/2020 | 19h41min

» Trânsito: Acidente de trânsito causa a morte de uma pessoa em Unistalda

22/02/2020 | 19h27min

» Gauchão: Caxias vence o Grêmio e é campeão do primeiro turno do Gauchão

22/02/2020 | 14h22min

» Segurança: Carnaval de Jaguari: mais de 100 veículos foram fiscalizados pela PRF; nove condutores autuados


Comentários:


Voltar ao topo