No ar:
Santiago Atualidade - Paulo Pinheiro    10h00min às 11h25min

Ouvir!     

» Geral » Economia


29/08/2020 | 16h04min

Renda Brasil deve propor que empresas doem recursos a famílias carentes

Proposta consta em documento enviado pela Cidadania ao Ministério da Economia

O governo quer permitir que empresas doem recursos a famílias carentes no âmbito do programa Renda Brasil, que substituirá o Bolsa Família e será a marca social da gestão Jair Bolsonaro. A ideia do Ministério da Cidadania é dar às companhias que aderirem à iniciativa o chamado "Selo Cidadania" como reconhecimento - não haveria incentivo financeiro ou subsídio.

 

A proposta consta em um documento enviado pela Cidadania ao Ministério da Economia em 13 de agosto e foi confirmada pela reportagem com fontes que participam das discussões.n"No eixo de envolvimento do setor privado, o programa busca o apoio de particulares e empresas que possam ajudar os brasileiros em situação de vulnerabilidade para que alcancem a verdadeira cidadania", diz o documento obtido pelo Estadão/Broadcast.

 

Segundo apurou a reportagem, a ideia é usar inteligência artificial para permitir que a empresa escolha doar para famílias de determinado perfil ou localidade, mas sem revelar dados pessoais dos beneficiados. A proposta é justamente mencionada em documento da área de Tecnologia da Informação (TI) da pasta para ilustrar os projetos do setor.

 

No passado, o governo Luiz Inácio Lula da Silva tentou apostar na doação de empresas para lançar o programa Fome Zero, que tinha como slogan "O Brasil que come ajudando o Brasil que tem fome". A iniciativa, porém, não deu resultados concretos e foi criticada inclusive pelo Banco Mundial, um dos principais organismos multilaterais que mantém um olhar para as questões de pobreza e desigualdade.

 

Correio


Veja também:


22/10/2020 | 09h47min

» Educação: Feira das Profissões na próxima semana

22/10/2020 | 09h20min

» Polícia: Brigada Militar prende homem por porte ilegal de arma em Santiago

21/10/2020 | 15h09min

» Pandemia: Santiago registra mais 14 casos de covid-19 nesta quarta-feira, e dois óbitos


Comentários:


Voltar ao topo