No ar:

Ouvir!     

» Geral » Trânsito


20/01/2022 | 17h14min

Rek Parking substituirá todos os parquímetros pelos modernos terminal street

Os novos terminais Street contarão com painel solar com maior capacidade (20W) para carga das baterias e modem de comunicação 3G

Serão 22 novos equipamentos Terminal Street em Santiago. Foto: DivulgaçãoSerão 22 novos equipamentos Terminal Street em Santiago. Foto: Divulgação

Os 22 parquímetros, localizados em Santiago, serão substituídos por máquinas mais modernas, a partir do dia 25 de janeiro. Essas possibilitam novas formas de pagamentos para os usuários. Os novos terminais Street contarão com painel solar com maior capacidade (20W) para carga das baterias e modem de comunicação 3G. Além disso, graças ao monitor gráfico de 4,3 polegadas colorido, a navegação será mais fácil e intuitiva.

 

Para a população a novidade fica por conta do pagamento, que agora poderá ser feita pelos cartões de crédito e débito direto no parquímetro. Nas novas máquinas, para a emissão do tíquete, será necessário digitar a placa, assim não precisando mais deixa-lo no painel do veículo.

 

O aplicativo da Rek Pay também traz novidades. Agora, além de emitir o tíquete de estacionamento e quitar notificações, os usuários tem a possibilidade de adquirir a Tag para Pedágio. Trata-se de um adesivo colado no para-brisa do veículo que pode ser usado em qualquer praça de pedágio do Brasil. Ele está associado ao app que gerencia os pagamentos sem boletos ou burocracia. O mais legal é que é possível fazer tudo pelo aplicativo, desde a solicitação até ativação. Essa é primeira de várias melhorias que a empresa fará na cidade, com o intuito de oferecer a população um serviço de excelência em estacionamento rotativo. 


Veja também:


27/05/2022 | 17h07min

» Política: Câmara discute aumento de pena para crimes contra idosos

27/05/2022 | 15h48min

» Trânsito: PRF atende acidente com lesões leves em São Borja

27/05/2022 | 13h48min

» Política: Instituído em Santiago o Dia Municipal da Cultura


Comentários:


Voltar ao topo