No ar:

Ouvir!     

» Geral » Meio Ambiente


12/02/2019 | 16h59min

Proteção à barragem continua sendo pauta entre Compromas e Prefeitura

Principalmente no que se refere ao transporte de cargas perigosas

Barragem de Santiago. Foto: Divulgação/CorsanBarragem de Santiago. Foto: Divulgação/Corsan

Diversos ofícios da Prefeitura e do Conselho Municipal de Proteção do Meio Ambiente de Santiago (Compromas) foram protocolados no Daer e na Secretaria dos Transportes, pedindo intervenção no trânsito da RSC 377, próximo da barragem, principalmente no que se refere ao transporte de cargas perigosas, que por um eventual acidente acabe derramando e contaminando a bacia de captação de água da cidade.

 

Ao dar a informação o prefeito Tiago Gorski Lacerda disse que vai continuar insistindo, tendo em vista a preocupação da barragem ser a única fonte de abastecimento de água do município.

 

O projeto consiste na abertura de uma vala de retenção, na área de domínio, para impedir que qualquer líquido tóxico acabe contaminando a água, devido a um acidente. Esta questão já se arrasta há muito tempo. Diversas reuniões foram realizadas pelo Compromas, prefeitura e outras entidades para discutir o assunto.

 

Devido aos últimos desastres registrados no país, a segurança da barragem é uma preocupação, não só no que refere a preservação da água, mas como toda a sua estrutura. A prevenção sempre foi a atitude mais sensata e mais econômica.
 


Veja também:


18/07/2019 | 16h46min

» Agenda: Bandeira do Brasil será tema da Semana da Pátria em Santiago. Ordem do desfile está pré-definida

18/07/2019 | 11h05min

» Solidariedade: Campanha do Agasalho de Santiago perto de 70 mil peças arrecadadas

18/07/2019 | 10h20min

» Saúde: Excesso de café aumenta chance de pressão alta em pessoas predispostas


Comentários:


Voltar ao topo