No ar:
Clube do Ouvinte - Jorge Augusto Gonçalves    20h10min às 22h00min

Ouvir!     

» Geral » Meio Ambiente


17/07/2020 | 07h03min

Projeto evita que óleo de cozinha seja descartado no meio ambiente

Recolhimento é feito em todos os estabelecimentos comerciais de Santiago, tais como padarias, mercados e lancherias

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

Há seis anos, o projeto idealizado por Tiago Dorneles recolhe óleo usado de cozinha, evitando que seja jogado ao meio ambiente, pois é altamente poluente. 

 

O recolhimento é feito em todos os estabelecimentos comerciais de Santiago, tais como padarias, mercados e lancherias. Após o resíduo é encaminhado para reciclagem.

 

Tiago Dorneles explica que nos estabelecimentos comerciais são deixados os recipientes para armazenagem, que são substituídos quando ficam cheios, mas para a dona de casa, existe eco pontos para coleta fixados na loja Rede Vivo da Rua Neri Gomes Peixoto, no salão paroquial e na Secretaria de Meio Ambiente. As pessoas podem armazenar o óleo utilizado em pets (e nunca em recipientes de vidros)  e levar até os reservatórios dos ecos-pontos.

 

Quando atingir 5 mil litros de óleo de cozinha usado, a empresa que faz a reciclagem recolhe o material que segue para Cruzeiro do Sul, região de Lajeado, onde ele é reciclado e transformado em biodiesel.

 

O recolhimento na empresa que utiliza este produto não tem custo. Inclusive é fornecido um recibo às que são cadastradas, comprovando, numa eventual fiscalização que as mesmas não estão descartando este resíduo no meio ambiente. Para qualquer dúvida ou recolhimento ligar para o telefone 9.9957.5693.


Veja também:


07/08/2020 | 15h59min

» Economia: Inflação oficial fica em 0,36% em julho, diz IBGE

07/08/2020 | 15h55min

» Educação: Smeec faz pesquisa sobre retorno às aulas no Ensino Fundamental

07/08/2020 | 10h41min

» Economia: Caixa abrirá nesta sábado para liberar auxílio emergencial e FGTS


Comentários:


Voltar ao topo