No ar:

Ouvir!     

» Geral » Economia


05/04/2021 | 10h00min

Principal contribuição para a inflação de março veio dos transportes, que teve taxa de 3,89% no mês

Com o resultado, divulgado nesta segunda (5) pela Fundação Getulio Vargas (FGV), o IPC-S acumula taxa de 6,11% em 12 meses

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) registrou inflação de 1% em março deste ano, acima do 0,54% de fevereiro. Com o resultado, divulgado nesta segunda (5) pela Fundação Getulio Vargas (FGV), o IPC-S acumula taxa de 6,11% em 12 meses.

 

A principal contribuição para a inflação de março veio dos transportes, que teve taxa de 3,89% no mês. Entre os destaques do grupo de despesas está o preço da gasolina, que subiu 11,05%.

 

Em seguida, aparece o grupo de despesa habitação, que teve inflação de 0,75%, devido principalmente à alta de preços da tarifa de eletricidade residencial (1,02%).

 

Outros grupos de despesas com alta de preços foram despesas diversas (0,22%), saúde e cuidados pessoais (0,57%), vestuário (0,11%), alimentação (0,03%) e comunicação (0,01%).

 

O grupo educação, leitura e recreação foi o único a registrar deflação (queda de preços): -0,37%. O IPC-S é calculado com base em preços coletados em sete capitais: São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife e Salvador.


Veja também:


16/04/2021 | 10h17min

» Saúde: Banco de sangue segue solicitando voluntários para doar um pouco de vida a quem está em tratamento de saúde

16/04/2021 | 09h23min

» Pandemia: Com mais 2.275 doses, santiaguenses de 62 anos serão vacinados

15/04/2021 | 18h32min

» Trânsito: Acidente no centro de Santiago envolve três carros


Comentários:


Voltar ao topo