No ar:
Clube do Ouvinte - Jorge Augusto Gonçalves    20h10min às 22h00min

Ouvir!     

» Geral » Tráfico


24/04/2014 | 07h11min

Preso casal considerado os maiores traficantes de Santiago e região

Valdecir dos Santos e a mulher Clacir Oliveira, vinham sendo monitorados há mais de três anos pelo departamento de investigação da Polícia Civil

Bens foram apreendidos, além de drogas. Foto: Polícia Civil/DivulgaçãoBens foram apreendidos, além de drogas. Foto: Polícia Civil/Divulgação

Na noite de quarta-feira, 23, em Santiago, a Polícia Civil de Santiago em operação especial prendeu um casal de traficantes de drogas no bairro Monsenhor Assis (divisa com o bairro Ana Bonato), na chamada "mansão da Bonato". No local também funcionava um bar. 


De acordo com o delegado Guilherme Milan Antunes , titular da delegacia de polícia, os traficantes Valdecir dos Santos (Moranga), 35 anos, e a mulher Clacir Oliveira, vinham sendo monitorados há mais de três anos.  

 

O delegado Guilherme lembra que nos últimos três meses numa parceria que se formou entre os setores de inteligência da Polícia Civil e da Brigada Militar, foi intensificada a investigação com o trabalho voltado, exclusivamente à prisão do casal.

 

Através de campanas os policiais monitoraram Santos que, segundo o delegado tinha uma rotina de sair do imóvel e se dirigir para um campo próximo, retornando em poucos minutos. Nas buscas, os policiais acabaram encontrando, dentro de um buraco a droga apreendida.


Ainda segundo Guilherme, o casal era responsável pela distribuição de grande quantidade de entorpecentes, ou seja, considerado os principais traficantes de Santiago e região. 

 

O delegado comenta que o padrão de vida do casal sempre chamou atenção da polícia, pois tanto o homem como a mulher não tinham trabalho fixo, apesar da existência, no prédio de dois pisos, localizado próximo a uma das ruas de acesso ao Bairro Ana Martins Bonato, de uma lancheria, a qual, segundo o delegado funcionava como “ fachada”, já que não era registrada nenhuma movimentação característica deste tipo de estabelecimento comercial.

 

Os objetos apreendidos não condizem com a situação financeira da mulher, que por exemplo recebe bolsa família, e do homem, que é proprietário de uma lancheria quase sem movimento.


Foi apreendido aproximadamente 1kg de crack e cocaína, além de três televisores, computadores, balança de precisão, celulares, um veículo VW/Golf e uma motocicleta Honda/CBR, entre outros objetos. 

 

O casal foi encaminhado ao presídio estadual de Santiago onde fica a disposição da Justiça.

 

A ação policial teve a coordenação do Delegado de Polícia, Guilherme Milan Antunes, titular da DPPA/Santiago com a participação de agentes policiais da Equipe de Investigação da DP/Santiago, do Serviço de Inteligência e Análise Criminal da DPR/Santiago e policiais militares. 


Veja também:


05/08/2020 | 17h40min

» Incêndio: Fogo às margens da BR 287 assusta moradores

05/08/2020 | 14h25min

» Animais: Associação de proteção aos animais faz reformas no gatil

05/08/2020 | 14h10min

» Educação: Projeto Conectar URI inicia esta semana na Escola de Educação Básica


Comentários:


Voltar ao topo