No ar:
Pátria e Querência - Marco Antônio Nunes e Marcelo Peronio Ramos    16h00min às 17h00min

Ouvir!     

» Geral » Abastecimento


25/07/2019 | 10h13min

Prefeitura de Santiago analisa a qualidade da água da Corsan, através de Laboratório da UFSM

Especialistas fizeram uma pesquisa considerando 63 agrotóxicos, conheça o resultado

Foto: Ieda BeltrãoFoto: Ieda Beltrão

Devido a preocupação manifestada há algumas semanas em relação a qualidade da água fornecida pela Corsan em Santiago, as Secretarias de Meio Ambiente e a de Obras solicitaram análise de amostras colhidas na barragem e também após o tratamento e encaminhadas para o Laboratório de Análise de Resíduos de Pesticidas (LARP) da UFSM. 

 

A preocupação surgiu a partir de uma notícia de que a água consumida pelos santiaguenses estaria contaminada por agrotóxicos. Assunto que foi abordado pela imprensa a partir de um teste divulgado pela Sisagua.

 

Após reuniões com o Conselho Municipal de Proteção Ambiental e de Saneamento Básico, ficou acertada a realização de análises precisas de amostras da água para averiguar a real situação da barragem.

 

Os especialistas fizeram uma pesquisa considerando 63 agrotóxicos, identificando a presença de apenas de um princípio ativo nas três amostras de água da barragem. A conclusão do estudo é de que a água da barragem que abastece Santiago é completamente segura para o consumo da população.

 

Confira o resultado fornecido pelo Laboratório da UFSM (anexo)

Resultado da ausência de agrotóxicos


Veja também:


02/07/2020 | 15h29min

» Educação: Adaptado aos novos tempos, projeto de extensão Consultoria em Psicologia Escolar retomará ações

02/07/2020 | 13h29min

» Pandemia: Santiago tem 5 novos casos de covid-19, 11 curas

02/07/2020 | 11h23min

» : MEC define protocolo de segurança para volta às aulas


Comentários:


Voltar ao topo