No ar:
Baita Chão - Marco Antônio Nunes e Marcelo Peronio    15h00min às 16h00min

Ouvir!     

» Geral » Segurança


07/11/2019 | 16h09min

Polícia Civil Gaúcha vai paralisar nos dias 13 e 14 de novembro

Policiais de Santiago se somarão ao movimento convocado pelo conjunto dos servidores públicos do Estado

Foto: Ieda BeltrãoFoto: Ieda Beltrão

Está marcada para os dias 13 e 14 de novembro paralisação das atividades da Polícia Civil Gaúcha, organizada pela Ugeirm/Sindicato. A mobilização é uma resposta contra o que a entidade considera de o Pacote do Retrocesso apresentado pelo Governo do Estado que atinge todos os policiais civis do RS e o impacto das medidas anunciadas, que reduzem salários, acaba com a Paridade e a Integralidade e, na prática, acaba com a Aposentadoria Policial.

 

De acordo com  informações divulgadas pelo assessor de comunicação da 21ª Região Policial, Davi da Silveira Nunes, no dia 14, os Policiais se somarão ao movimento convocado pelo conjunto dos servidores públicos do Estado.

 

Nesse mesmo dia, será realizado o anúncio de uma série de medidas que serão adotadas pela categoria entre elas  a retomada da Operação Cumpra-se a Lei e o boicote do Programa Qualificar.

 

Conforme  o Sindicato, a articulação que a UGEIRM vem fazendo na Assembleia Legislativa e, também, em reuniões com o Governo, é muito importante. “Mas, sem mobilização e policiais protestando nas ruas, ela será infrutífera”.

 

Desta forma instiga os policiais a procurarem a imprensa local, os prefeitos e vereadores, no sentido de discutir o que o Pacote significará para a segurança pública.

 

Coloca ainda que será a própria população que sofrerá as consequências, com mais violência e o aumento da criminalidade.

 

 


Veja também:


14/11/2019 | 09h58min

» Segurança: Polícia Civil investiga Roubo a Residência com reféns no centro de Jaguari

13/11/2019 | 15h16min

» Economia: Nota Fiscal de Serviços Educadora oferece até 50% de desconto no IPTU

13/11/2019 | 13h44min

» Segurança: Projeto "Santiago Segura" pretende ter a cidade coberta por mais de 4 mil câmeras


Comentários:


Voltar ao topo