No ar:
Santiago Rural - Paulo Pinheiro    05h00min às 05h30min

Ouvir!     

» Geral » Economia


26/05/2019 | 14h04min

Petróleo e dólar aliviam pressão sobre contas públicas

Royalties sustentaram crescimento da arrecadação em abril

Um dos principais fatores pressionando a inflação nos últimos meses também ajuda a aliviar as contas públicas. A alta do petróleo no mercado internacional e a valorização do dólar começaram a inflar as receitas do governo em meio à queda da arrecadação de alguns tributos.


 
Em abril, conforme informou a Receita Federal na última quinta-feira (23), a arrecadação federal cresceu 1,28% acima da inflação na comparação com o mesmo mês do ano passado.

 

Esse crescimento, no entanto, foi inteiramente sustentado pelas receitas não administradas pelo Fisco, que renderam R$ 11,03 bilhões no mês passado, contra R$ 8,421 em abril de 2018.


 
Quase a totalidade desses recursos não administrados pelo Fisco compõe-se dos royalties de petróleo. Sem essas receitas extras, a arrecadação teria caído 0,34% em abril em relação a abril do ano passado, descontada a inflação oficial pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).


 
“A produção tem mostrado crescimento e o preço do barril de petróleo e o câmbio têm favorecido a elevação do pagamento das participações”, disse o chefe do Centro de Estudos Tributários e Aduaneiros da Receita Federal, Claudemir Malaquias, ao explicar a arrecadação de abril.

 

EBC


Veja também:


16/06/2019 | 14h40min

» Loteria: Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 125 milhões na quarta-feira

16/06/2019 | 14h39min

» Internacional: Japão propõe mecanismo internacional para descarte de resíduo nuclear

16/06/2019 | 14h38min

» Política: Presidente do BNDES pede demissão


Comentários:


Voltar ao topo