No ar:
Santiago Movimenta - Paulo Pinheiro    13h20min às 14h00min

Ouvir!     

» Geral » Saúde


20/07/2020 | 09h48min

Perder peso e ter uma rotina de atividades físicas pode diminuir o risco de morte por covid-19

Acompanhe as dicas da diva fitness Sue Lasmar para ter mais qualidade de vida e através da prática desportiva aumentar a imunidade

A diva fitness Sue Lasmar. Foto: DivulgaçãoA diva fitness Sue Lasmar. Foto: Divulgação

Ainda estamos vivendo a pandemia da COVID-19, e apesar de estarmos convivendo com o novo coronavírus desde pelo menos três meses, ainda pouco sabemos sobre ele e não temos ainda uma vacina pronta para imunizar a população. Então a OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda o distanciamento social, uso de máscaras, hábitos de higiene reforçados e investir em boa alimentação e a prática de exercícios físicos como formas de prevenir o contágio.



A diva fitness Sue Lasmar, referência mundial neste segmento, aponta segundo as evidências científicas, como ter uma rotina de atividades físicas pode ser benéfica a favor da sua imunidade: “Sabemos que, embora não seja uma cura contra a covid-19, a prática regular de exercícios físicos está associada a uma melhora da função imunológica em seres humanos. Segundo a OMS, ter uma rotina de exercícios físicos otimiza as defesas do organismo diante de agentes infecciosos, o que faz com que pessoas ativas fisicamente têm menor chance de apresentar diversas doenças, como diabetes, hipertensão e outras doenças cardiovasculares, patologias crônico-degenerativas que levam seus portadores a serem considerados de maior risco para a infecção pelo coronavírus.”



Obesos também estão no grupo de risco



Segundo a OMS, A obesidade é uma doença crônica que envolve inflamação contínua do organismo e favorece a debilitação do sistema imunológico: "por isso a prática de exercícios físicos é tão importante, pois ajuda o corpo a reduzir a gordura corporal e eliminar a inflamação que deixa o corpo mais vulnerável contra infecções. Além disso, a obesidade também dificulta a expansão do tórax durante a respiração, diminuindo a capacidade pulmonar desse indivíduo.

Exercícios físicos podem ajudar pessoas do grupo de risco



Com embasamento nas orientações da OMS, Sue Lasmar também pondera que além de seu papel preventivo, o exercício físico também é uma importante ferramenta no tratamento e controle destas citadas doenças, principalmente, nos idosos: “além de serem uma população que em sua maioria está enquadrada no que a OMS chama de Grupo de Risco, merecendo atenção especial, essa população também é a que mais se beneficia da prática de exercícios regulares. Portanto, pessoas ativas, especialmente os idosos, devem ser incentivados a tentar manter seus exercícios físicos, mesmo que sejam necessárias algumas adaptações quanto a locais de prática ou contatos pessoais, procurando sempre prestar atenção às orientações dos órgãos oficiais de saúde.”



Como praticar exercícios físicos em tempos de pandemia



Sue recomenda seguir as orientações da OMS e do Ministério da Saúde: “deve-se evitar estar em locais fechados que tenham aglomerações. Infelizmente, por enquanto, a ida a academias, clubes esportivos e similares, precisa ser evitada a não ser que as mesmas tenham uma forma de manter o distanciamento seguro recomendado. Já a prática de exercícios ao ar livre deve respeitar as recomendações de evitar contato próximo de outras pessoas, obedecendo a etiqueta respiratória e higiênica.”

 


Veja também:


05/08/2020 | 12h22min

» Cidade: Área dos mais de 70 hectares da antiga escola Rubem Machado Lang passa por georreferenciamento

05/08/2020 | 10h35min

» Saúde: Universidade de Brasília e HUB iniciam teste de vacina contra covid-19

05/08/2020 | 09h27min

» Agenda: Profissional e família falarão sobre o autismo


Comentários:


Voltar ao topo