No ar:
Clube do Ouvinte - Jorge Augusto Gonçalves    20h10min às 22h00min

Ouvir!     

» Geral » Economia


26/12/2020 | 11h42min

Pagamento do IPVA em dezembro pode garantir até 25% de desconto

Pagamento até o dia 30 de dezembro podem garantir o desconto

Foto: Ieda BeltrãoFoto: Ieda Beltrão

Proprietários de veículos que pagarem o IPVA 2021 (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) até o dia 30 de dezembro podem garantir descontos de até 25%. Isso porque o pagamento antecipado assegura uma redução de 3% no tributo e garante o valor da Unidade de Padrão Fiscal (UPF/RS) nos patamares de 2020. Na virada do ano, a UPF deve ser atualizada em 3,54%. Além disso, há os descontos de Bom Motorista, que podem chegar a 15%, e Bom Cidadão, até 5% de redução no valor. A soma de todos os descontos máximos pode representar um desconto de até 25% para o pagamento em dezembro.

 

O tributo pode ser quitado em qualquer agência, pontos de atendimento ou via home banking (internet) dos bancos Banrisul, Bradesco, Sicredi e Santander. Além desses, é possível fazer o pagamento nas agências lotéricas da Caixa Econômica Federal e no Banco do Brasil (no BB, o pagamento é somente para clientes). A taxa de licenciamento, multa e seguro obrigatório podem ser pagos separadamente do IPVA. Para quitar o imposto, o proprietário deverá apresentar o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) ou a placa e o Renavam do veículo.

 

Desconto do Bom Motorista

 

Os descontos para bons motoristas variam em três faixas, conforme o período sem infrações cometidas no trânsito. Para os condutores que não tiveram registro de infrações nos sistemas de informações do Estado no período entre 1º de novembro de 2017 a 31 de outubro de 2020 (três anos), a redução será de 15%. Quem não teve multa depois de 1º de novembro de 2018 (dois anos) tem desconto de 10% e, depois de 1º de novembro de 2019 (um ano), o benefício é de 5%.

 

Desconto do Bom Cidadão (NFG)

 

Também em três faixas, a redução no valor do IPVA pelo Bom Cidadão resulta da participação do contribuinte (pessoa física) no Programa da Nota Fiscal Gaúcha (NFG) e a solicitação de CPF nas notas fiscais na hora da compra. O desconto máximo de 5% será para quem tiver 150 notas ou mais, de 3% para quem tiver entre 100 a 149 notas e de 1% para o contribuinte que tiver entre 51 a 99 documentos fiscais devidamente registrados.

 

 


Veja também:


25/01/2021 | 17h39min

» Serviço: Secretaria municipal de Desenvolvimento Social alerta para o Cadastro Único

25/01/2021 | 17h12min

» Educação: Sicredi começa preparar instalação da primeira Cooperativa Escolar de Santiago

25/01/2021 | 16h29min

» Educação: Representantes do projeto vencedor do Empreenda URI recebem o prêmio


Comentários:


Voltar ao topo