No ar:
Jornal falado - Jones Diniz e Paulo Pinheiro    12h15min às 12h50min

Ouvir!     

» Geral » Gastronomia


09/04/2019 | 10h59min

Nutricionista explica os benefícios dos chocolates

O recomendado é que seja acima de 70% de cacau na composição

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

A origem do chocolate se dá através do cacau, fruto do cacaueiro. O chocolate produzido com cacau é um dos melhores alimentos da natureza e o Brasil é o maior produtor da América Latina. Se você o aprecia, escolha chocolates sem gordura hidrogenada ou excesso de açúcar. É o que explica a nutricionista da Clínica de Nutrição da Universidade UNIVERITAS/UNG, Flavia Donato Chala Terciano.

 

Saiba mais sobre essa iguaria, representadas pelos ovos de Páscoa, e que fazem a alegria de muita gente nesta época do ano. 

 

Do que o chocolate é feito?

 

O chocolate é um produto feito a partir do processamento das sementes do Cacau. É considerado, hoje, como umas das principais fontes de polifenóis (substância antioxidante). 

 

Quais benefícios o chocolate proporciona?

 

O chocolate é rico em flavonoides, substância com função cardioprotetora e, por isso, tem se mostrado importante para a saúde cardiovascular. 

 

Qual a quantidade ideal de consumo ao dia?

 

O consumo deve ser recomendado com cautela, mesmo com todo o benefício que ele proporciona. Sua quantidade calórica é alta, o que pode contribuir para o ganho de peso, se consumido em excesso. A quantidade hoje recomendada é, em média, 30g ao dia. 

 

Qual chocolate é melhor?

 

Quanto maior o seu percentual, maior será seu benefício. O recomendado é que sua escolha seja sempre acima de 70% de cacau na composição. 

 

Chocolate ao leite, chocolate meio amargo e chocolate amargo. Qual a diferença?

 

A quantidade de cacau utilizada nos diferentes tipos de chocolates, não é igual. O chocolate ao leite tem aproximadamente 30% de cacau, já o chocolate meio amargo, 41% de cacau e o chocolate com a quantidade mais elevada é o amargo, com 70% de cacau em sua composição. 

 

Comer chocolate é bom, por quê?

 

Por conter em sua especificação substâncias com função cardioprotetora, seu efeito pode ser exercido, controlando a pressão arterial e ainda melhorando a sensibilidade à insulina e atuando no sistema antioxidante, que tem como função combater os radicais livres.


Veja também:


24/04/2019 | 12h18min

» Economia: Quatro em cada dez brasileiros recorreram ao cartão de crédito em fevereiro para fazer compras

24/04/2019 | 12h10min

» Justiça: Robô com inteligência artificial vai auxiliar no combate à violência contra a mulher

24/04/2019 | 12h03min

» Oportunidade: Tem 20 vagas de encarregado de equipe no Sine Santiago


Comentários:


Voltar ao topo