No ar:
Caseriando - Marco Antônio Nunes    12h00min às 14h00min

Ouvir!     

» Geral » Internacional


04/08/2019 | 09h52min

Novo ataque a tiros deixa nove mortos nos Estados Unidos

iroteio ocorreu em um bar em Dayton, em Ohio

Um novo ataque a tiros deixou ao menos nove mortos, incluindo o atirador, e 16 pessoas feridas na cidade de Dayton, em Ohio, nos Estados Unidos. O tiroteio ocorreu apenas algumas horas depois de um incidente semelhante em El Paso, no Texas, que resultou em 20 mortes.

 

"O atirador morreu. Há também outros nove mortos. Pelo menos outras 16 pessoas foram levadas para hospitais da área com lesões", anunciou o Departamento de Polícia de Dayton. "Tínhamos agentes nas imediações quando começou este tiroteio, pudemos agir e dar fim a ele rapidamente", acrescentou.

 

A polícia afirmou que o ataque começou por volta de 1h (horário local) e que o FBI (departamento federal de investigação dos Estados Unidos) está ajudando na investigação. O tiroteio ocorreu no bar Ned Peppers, a oeste do centro de Dayton. "Todo nosso pessoal está a salvo e nossos corações estão com todos os envolvidos enquanto verificamos as informações", publicou o bar na sua conta do Instagram.

 

A polícia acredita que a ação foi conduzida por apenas um atirador e ainda não identificou o suspeito e os motivos do ataque. O tiroteio ocorreu num bairro histórico da cidade de 140 mil habitantes, onde estão localizados diversos bares, restaurantes e teatros. A região é considerada segura pelas autoridades.

 

"É um incidente muito trágico e estamos fazendo de tudo que podemos para investigar e tentar descobrir a motivação por trás disso", afirmou o tenente-coronel da polícia, Matt Carper.

 

O porta-voz do hospital local de Miami Valley, Terrea Little, confirmou que a unidade estava atendendo 16 vítimas. Alguns vídeos e fotos foram divulgados nas últimas horas nas redes sociais, nos quais supostamente se vê o atirador e se escutam os disparos de um fuzil.

 

Ataque em El Paso

 

O ataque em Ohio ocorreu algumas horas depois de um jovem de 21 anos abrir fogo num supermercado em El Paso, no Texas, deixando pelo menos 20 mortos e outros 26 feridos. Autoridades investigam a hipótese de o ataque ter sido um crime de ódio. Em um manifesto, o suspeito teria afirmado que a ação era uma resposta à suposta invasão latina no Texas.

 

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, condenou o tiroteio em El Paso e disse que “não só foi trágico”, como também “um ato de covardia”. Em uma semana, já são três tiroteios nos Estados Unidos. No domingo passado, quatro pessoas morreram, incluindo o atirador, e 15 ficaram feridas, em Gilroy, Califórnia.

 

*Com informações das agências Deutsche Welle e RTP.

 

 


Veja também:


19/10/2019 | 14h53min

» Política: Presidente da CCJ defende rejeitar tratado da OIT que acaba com demissão sem justa causa

19/10/2019 | 14h52min

» Política: Destravar o mercado de gás depende de “vontade política”, afirma presidente da Associação Brasileira da Indústria Química

19/10/2019 | 14h50min

» Economia: AGU: Receita pode compartilhar dados fiscais com órgãos de controle


Comentários:


Voltar ao topo