No ar:

Ouvir!     

» Geral » Trânsito


14/02/2020 | 09h20min

Motorista morre ao bater contra poste em São Borja, após fugir de abordagem policial

Vítima estava em um veículo que havia sido furtado em Tramandaí, no Litoral Norte

Condutor perdeu o controle e bateu em um poste de energia elétrica. Foto Divulgação/PRFCondutor perdeu o controle e bateu em um poste de energia elétrica. Foto Divulgação/PRF

Na madrugada desta sexta-feira (14), em São Borja, um criminoso com vasta ficha criminal morreu após colidir o veículo furtado que dirigia contra outro veículo e um poste. Três pessoas ficaram feridas. Os antecedentes do criminoso incluem furto, roubo, receptação, desacato e ameaça. Ele estava com a habilitação vencida desde 2017 e já havia colidido outro veículo roubado contra um poste em janeiro.

 

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) visualizaram um Clio furtado transitando na BR 287 e deram ordem de parada para o condutor, que não obedeceu e passou a fugir realizando manobras arriscadas e em altíssima velocidade, inclusive chegando a desligar os faróis para despistar os policiais. Já no perímetro urbano da cidade, na Avenida Tancredo Neves, o condutor perdeu o controle do Clio ao colidir na lateral de um Honda City, invadindo o canteiro central e colidindo fortemente contra um poste de energia elétrica.

 

O condutor, de 30 anos, não resistiu aos ferimentos e faleceu ainda no local. No veículo havia uma caroneira, de 31 anos, que foi socorrida pelo SAMU e Corpo de Bombeiros. No outro veículo envolvido, um casal, também de São Borja, teve apenas ferimentos leves.

 

O Clio havia sido furtado do estacionamento de um supermercado em Tramandaí no início do mês. Os veículos foram recolhidos para o depósito e a ocorrência registrada na Polícia Civil.


Veja também:


21/09/2020 | 19h23min

» Clima: Primavera chega com sol e frio, e deve sofrer com La Niña

21/09/2020 | 19h21min

» Greve: TST determina fim da greve dos Correios

21/09/2020 | 15h52min

» Publicidade: Comprar no Damian CenterLar é só alegria!


Comentários:


Voltar ao topo