No ar:
Santiago Atualidade - Paulo Pinheiro    10h00min às 11h25min

Ouvir!     

» Geral » Serviço


13/09/2019 | 10h41min

Mais de 7 mil pessoas correm o risco de ter o título de eleitor cancelado em Santiago

Dos 39.868 eleitores, 12.904 ainda não compareceram ao cartório e estão sem a biometria

Foto: Ieda BeltrãoFoto: Ieda Beltrão

Neste sábado (14), das 10h às 17h, o Cartório Eleitoral estará aberto para atender os eleitores que ainda não fizeram a coleta de dados biométricos e atualização de cadastro (quem já fez, não precisa comparecer).

Demora menos de 10 minutos pra fazer, mas as consequências pra quem deixar de fazer são muito grandes. Dos 39.868 eleitores, 12.904 ainda não compareceram ao cartório e estão sem a biometria.

 

O prazo para fazer essa revisão é até 11 de março de 2020. Só que, conforme Gidião Damian, chefe do Cartório da 44ª Zona Eleitoral, se o volume de procura se mantiver na mesma proporção, mais de 7.900 títulos serão cancelados em Santiago. 

 

Consequências da perda do título

 

O cancelamento acarretará em não poder votar e nem ser votado em 2020.
- Impede o recebimento de Recursos públicos, salários aposentadorias e demais benefícios; 
- Impede contratação de empréstimo em banco público; 
- Perde a matrícula e formatura em universidades; 
- Impede a obtenção de passaporte; 
- Impede a compra, manutenção e porte de arma de fogo; 

 

Como fazer?

 

É só levar um documento com foto ao Cartório, que fica na rua João Escobar 119, próximo da Padaria Fronteira (Telefone (55) 3251-2307). O procedimento dura menos do que 10 minutos. O cartório recomenda que as pessoas não deixem pra última hora, evitando filas e a possibilidade de não conseguir atendimento dentro do prazo. 


Veja também:


17/10/2019 | 09h38min

» Cidadania: Unidade do Taifa é reinaugurado no bairro Missões

17/10/2019 | 09h24min

» Saúde: Senado aprova obrigação de exame em 30 dias para diagnóstico de câncer

17/10/2019 | 09h19min

» Economia: Caixa e BB iniciam nova fase de pagamento do PIS/Pasep


Comentários:


Voltar ao topo