No ar:

Ouvir!     

» Geral » Agenda


20/06/2019 | 13h12min

Lançado oficialmente o 1º Canto Universitário da URI

Festival da Música Nativista do Rio Grande do Sul acontecerá no dia 6 de julho

Fotos: Divulgação/UriFotos: Divulgação/Uri

Na tarde desta quarta-feira (19) a universidade foi palco do lançamento oficial do 1º Canto Nativista. Este que é uma realização da URI Santiago, idealizado por alunos e professores, e contou com a organização do DCE em parceria com o Grupo Nativista os Tropeiros e Sicredi.

 

“Agradecemos aos acadêmicos, O GTG Tropeiros e o patrocínio do Sicredi, que estão investindo mais uma vez na cultura, e nas potencialidades de levarmos adiante um movimento tradicionalista gaúcho. Era uma lacuna que nós tínhamos na nossa unidade, sendo uma cidade tão tradicionalista, onde a semana farroupilha é um momento tão importante, não tínhamos ainda um 1º Canto Universitário. Então, merece destaque essa iniciativa dos acadêmicos”, afirma a professora e diretora-geral, Michele Noal Beltrão.

 

Um dos organizadores do evento e presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE), Fernando Oliveira destacou a importância do evento de trazer, novamente para a cidade, os festivais nativistas: “O Canto Universitário da URI marcará o retorno dos festivais de músicas nativistas de Santiago e da região. Então, é um momento muito importante para toda a comunidade acadêmica e para nós do Diretório Central dos Estudantes, dar todo o apoio e respaldo para essa iniciativa que veio dos estudantes. É importante também que a comunidade em geral, participe e prestigie esse grande evento”, finaliza Fernando.

 

O 1º Canto Universitário da URI – Festival da Música Nativista do Rio Grande do Sul acontecerá no dia 06 de julho e terá duas linhas de manifestação Regional – Nativista e Fandangueira – onde as composições versam sobre os usos e costumes das lides do campo e galpão, representando as raízes da cultura regional gaúcha, tanto na letra, como no ritmo e instrumentos utilizados. Compreende-se como fandangueira os ritmos executados em bailes e fandangos de CTG, como Vaneirão, Chotes, Vaneira, Chamamé, Milongas e Rancheiras, sendo que estes ritmos não serão excluídos da linha Nativista.

 


Veja também:


31/05/2020 | 15h08min

» Saúde: Quatro vacinas contra a Covid-19 podem começar a ser produzidas ainda este ano

31/05/2020 | 15h05min

» Economia: Bandeira tarifária verde será mantida no ano inteiro, anuncia ANEEL

31/05/2020 | 14h50min

» Pandemia: Número de mortes por Covid -19 chega a 222 no RS


Comentários:


Voltar ao topo