No ar:

Ouvir!     

» Geral » Empresa


28/12/2020 | 17h08min

Laboratório Tuiuti completa 73 anos de existência

Seu fundador foi o médico Tuiuti Leandro Guerra

Filial em frente a Pracinha de Brinquedos. Foto: DivulgaçãoFilial em frente a Pracinha de Brinquedos. Foto: Divulgação

O laboratório Tuiuti completou 73 anos de existência. Seu fundador foi o médico Tuiuti Leandro Guerra e sempre funcionou no mesmo prédio do hospital, hoje Grupo Hospitalar Santiago. A partir de 1979, a instituição começou com uma nova direção, sendo adquirido por Mauro Burmann  em sociedade com Lirio Antonelli.  Burmann observou que o nome do fundador foi mantido, como referência a um cidadão, que para a época foi bastante visionário.

 

Lembra que o laboratório já era bastante avançado com equipamentos para atender a população, como gasometria arterial, contador eletrônico, entre outros, presentes mais em cidades de grande porte.  Com o passar dos anos, a nova equipe continuou se preocupando com  inovação e acompanhamento das evoluções da saúde.

 

Na atualidade a direção do laboratório Tuiuti está com o projeto de reestruturação física.  A equipe é integrada por profissionais com  mais de vinte anos de trabalho junto à empresa, o que facilita em muito  a prestação do serviço junto Santiago e região.

 

Mauro Burmann aproveitou também para ressaltar o banco de sangue, chamando para a importância da doação, com objetivo de manter os estoques funcionando. Para doar basta agendar junto ao laboratório. Segundo o médico doar sangue é o principal gesto de solidariedade, pois salva a vidas. Sempre alguém em algum hospital está precisando deste valoroso produto para continuar vivendo.


Veja também:


16/01/2021 | 09h06min

» Saúde: URI já entregou 470 quilos de álcool em gel e mais de 3 mil litros de álcool 70%

16/01/2021 | 06h48min

» Pandemia: Mapa preliminar fica com 20 regiões em vermelho e apenas uma em laranja na 37ª rodada

16/01/2021 | 05h03min

» Previdência: INSS: prazo para recorrer de auxílio-doença negado termina neste sábado


Comentários:


Voltar ao topo