No ar:
Correspondente Ipiranga - Rede Gaúcha Sat    08h00min às 08h10min

Ouvir!     

» Geral » Música


23/05/2019 | 09h09min

Inscrições prorrogadas para o 1º Canto Universitário da URI

O período de inscrições para participação do evento se estende até o dia 31 de maio

Foto: Ieda BeltrãoFoto: Ieda Beltrão

A Comissão Organizadora do 1º Canto Universitário da URI, prorrogou as inscrições para o evento até o dia 31 de maio.

 

Os interessados poderão fazer suas inscrições ainda pelo site da URI ou na Secretaria do Câmpus. Outra alteração realizada é a data de realização do evento, que será dia 6 de Julho, no CTG GN Os Tropeiros. Este é o 1º Canto Universitário da URI, que premiará vencedores com troféu e dinheiro.

 

O evento é uma realização da URI Santiago, em parceria com o CTG GN Os Tropeiros; sob a coordenação da Comissão Organizadora e Diretório Central Estudantil (DCE).

 

Mais sobre o Festival

 

Os candidatos inscritos deverão apresentar composições inéditas, as quais devem representar as raízes da cultura regional gaúcha, tanto na letra, quanto no ritmo e instrumentos utilizados.

 

O 1º Canto Universitário da URI – Festival da Música Nativista do Rio Grande do Sul terá duas linhas de manifestação Regional – Nativista e Fandangueira – onde as composições devem versar sobre os usos e costumes das lides do campo e galpão, representando as raízes da cultura regional gaúcha, tanto na letra, como no ritmo e instrumentos utilizados.

 

Compreende-se como fandangueira os ritmos executados em bailes e fandangos de CTG, como Vaneirão, Chotes, Vaneira, Chamamé, Milongas e Rancheiras, sendo que estes ritmos não serão excluídos da linha Nativista.


Veja também:


25/06/2019 | 16h39min

» Meio Ambiente: Descarte de material indevido provoca danos em contêiner

25/06/2019 | 15h06min

» Educação: Uri Santiago: você pode fazer vestibular através de agendamento

25/06/2019 | 09h57min

» Economia: MP da Liberdade Econômica prevê desburocratização e libera abertura de atividades empresariais sem obrigação de alvará e licenças


Comentários:


Voltar ao topo