No ar:
Nova Era (Musical) - Sergio Ramos    18h00min às 23h00min

Ouvir!     

» Geral » Economia


29/08/2019 | 09h52min

Inadimplência das empresas segue em alta e cresce 3,50% em julho

Sete em cada dez empresas devem para o setor de serviços, incluindo bancos e financeiras

O número de empresas com contas em atraso continua crescendo no país, embora de forma mais moderada em relação aos anos anteriores. Dados apurados pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) apontam que a quantidade de pessoas jurídicas negativadas apresentou alta 3,50% no último mês de julho frente igual período do ano passado. Já na comparação com o mês anterior, sem ajuste sazonal, houve um recuo de 0,45%.



O Sudeste segue puxando o crescimento da inadimplência entre as empresas, ao registrar um avanço de 5,46% ante julho de 2018, o que representa a variação mais elevada entre as regiões pesquisadas. Em seguida aparecem, respectivamente, as regiões Sul, que registrou alta de 3,91% na mesma base de comparação, Centro-oeste (0,99%), Norte (0,70%) e Nordeste (0,37%). 



Na avaliação do presidente da CNDL, José Cesar Costa, o crescimento econômico ainda em ritmo abaixo do esperado continua impactado a capacidade de pagamento das empresas. “Os setores vão se recuperando muito lentamente e  a indústria vem trabalhando com níveis elevados de capacidade ociosa, o que contribui para que as empresas enfrentem dificuldades em honrar seus compromissos”, explica Costa.


Veja também:


31/05/2020 | 15h08min

» Saúde: Quatro vacinas contra a Covid-19 podem começar a ser produzidas ainda este ano

31/05/2020 | 15h05min

» Economia: Bandeira tarifária verde será mantida no ano inteiro, anuncia ANEEL

31/05/2020 | 14h50min

» Pandemia: Número de mortes por Covid -19 chega a 222 no RS


Comentários:


Voltar ao topo