No ar:
Santiago Atualidade - Paulo Pinheiro    10h00min às 11h25min

Ouvir!     

» Geral » Saúde


11/03/2020 | 13h43min

Homem do Reino Unido é o segundo curado de HIV no mundo

Adam Castillejo foi submetido a um transplante de células estaminais

Adam Castillejo, do Reino Unido, tornou-se a segunda pessoa curada do HIV e está livre do vírus há dois anos. De acordo com estudo publicado na revista The Lancet HIV, isso ocorreu depois de terminada a terapia antirretroviral e de já não haver necessidade de medicamentos.

 

O homem de Londres foi submetido a um transplante de células estaminais, procedimento utilizado para tratar casos de linfoma. O doador tinha uma mutação conhecida como CCR5-delta 32, que o tornava resistente ao vírus da aids.



Em 2011, Timothy Brown, o “paciente de Berlim”, tornou-se a primeira pessoa curada do vírus da aids, três anos e meio depois de ter realizado tratamento semelhante.



O HIV é um vírus que ataca o sistema imunológico e pode trazer consequências significativas à saúde do infectado. Não existe cura. No entanto, a doença é tratada com uma combinação de medicamentos conhecidos como terapia antirretroviral, que reduz a quantidade de vírus no sangue.



“As nossas descobertas mostraram que o sucesso do transplante de células estaminais como cura para o HIV, relatado pela primeira vez há nove anos no paciente de Berlim, pode ser replicado”, afirmou Ravindra Gupta, principal autor do estudo.Segundo os autores da pesquisa, esse homem representa “um passo em direção a uma abordagem de tratamento menos intensiva”.



Ao contrário do que aconteceu com o “paciente de Berlim”, Castillejo foi submetido apenas a um transplante em vez de dois. Além disso, não fez radioterapia como parte do seu tratamento.



Apesar disso, os autores do estudo alertam para o uso amplo desse procedimento, dada a natureza invasiva do tratamento experimental.


Veja também:


07/04/2020 | 09h59min

» Saúde: INSS antecipa pagamento de um salário mínimo de auxílio-doença

07/04/2020 | 09h56min

» Internacional: Pela 1ª vez desde janeiro, China não registra mortes por covid-19

07/04/2020 | 09h50min

» Saúde: Cerca de 600 mil trabalhadores já se cadastraram para receber auxílio


Comentários:


Voltar ao topo