No ar:
Buenas Tarde meu Santiago (2º parte) - Marco Antônio Nunes    18h00min às 18h45min

Ouvir!     

» Geral » Alerta


07/10/2020 | 09h05min

Governo do RS afirma ter encontrado fungos e ácaros em amostras nas sementes misteriosas da China

O Ministério da Agricultura informou que 258 pacotes foram entregues no Brasil em 24 estados, entre eles o Rio Grande do Sul

No Rio Grande do Sul, pelo menos 15 coletas chegaram à Secretaria da Agricultura. Foto: Ministério da Agricultura / MapaNo Rio Grande do Sul, pelo menos 15 coletas chegaram à Secretaria da Agricultura. Foto: Ministério da Agricultura / Mapa

As autoridades brasileiras ainda consideram o recebimento de sementes que chegam pelos Correios oriundas da China a destinatários que não solicitaram, bem complexo.

 

 Nesta terça-feira (6), em coletiva de imprensa, o Ministério da Agricultura informou que 258 pacotes foram entregues no Brasil em 24 estados, entre eles o Rio Grande do Sul. A exceção é apenas para o Amazonas e o Maranhão.

 

Conforme o governo brasileiro, fungos, ácaros e até plantas daninhas foram detectados nas sementes, até agora, nas 39 amostras que chegaram ao laboratório para serem analisadas. Em um dos casos foi encontrada a presença de um ácaro vivo e bactérias ainda sem identificação — a análise final deverá ser concluída somente em um mês. 

 

Segundo o secretário de Defesa Agropecuária no Ministério, José Guilherme Leal, não há como afirmar se o envio das sementes tem motivação intencional. A origem dos pacotes, segundo ele, também é investigada, mas eles supostamente foram enviados de quatro países da Ásia. Os riscos reais que podem ser causados com o contato com as sementes ainda são desconhecidos pelas autoridades. 

 

Conforme Leal, somente após o recolhimento de todas as informações, processo ainda sem prazo, será feita a interação com as autoridades fitossanitárias dos países que supostamente fizeram o envio do material.

 

No Rio Grande do Sul, a Secretaria Estadual da Agricultura recebeu pelo menos 15 amostras do produto desde o dia 15 de setembro. Nesta terça-feira (6), o chefe da Defesa Vegetal da pasta, Ricardo Felicetti, afirmou que o número deve aumentar consideravelmente.

 

"As pessoas receberam involuntariamente esse tipo de mercadoria e não são apenas produtores rurais. Entregas feitas no interior ainda estão em trânsito para o escritório central (em Porto Alegre)", explica.

 

As sementes desconhecidas são recolhidas pelo Estado para serem encaminhadas para análise no laboratório do Ministério da Agricultura. Segundo Felicetti, há registros de entregas em Rio Grande e em cidades da região noroeste e da fronteira, além da Serra.

 

"Não se sabe exatamente qual é o risco de contato, esse é o receio. Existe a possibilidade que a semente se comporte como planta daninha e, por isso, solicitamos à população que as entregue nas unidades da Agricultura",  orienta, ainda esclarecendo que as autoridades não descartam a possibilidade de as entregas terem relação com as compras efetuadas em sites da China.

 

Na semana passada, a Embaixada da China no Brasil negou que os pacotes de sementes misteriosas tenham vindo daquele país. E disse estar disposta a cooperar com a investigação das autoridades brasileiras.

 

Em Porto Alegre, o contato deve ser feito pelo número (51) 3288-6200 ou entregue na Avenida Getúlio Vargas, 1384, sala 31, na pasta estadual.  

 

O QUE FAZER

 

O procedimento recomendado caso receba esse tipo de pacote:

 

- Coloque em um saco plástico e encaminhe à inspetoria de defesa agropecuária, para ser destinado a análise e descarte adequado.

- Não plante, enterre ou jogue fora o pacote. Não viole a embalagem, para não expor o conteúdo ao ambiente.

- A importação de sementes só pode ser feita seguindo regras e com acompanhamento do Ministério da Agricultura.

 

Fonte: Ricardo Falicetti, chefe da divisão de Defesa Sanitária Vegetal da Secretaria da Agricultura do RS


Veja também:


19/10/2020 | 13h44min

» Trânsito: Acidente de trânsito causa a morte de uma mulher em Santiago

19/10/2020 | 12h28min

» Publicidade: Damian CenterLar quer encher o seu carrinho de boas compras!

19/10/2020 | 10h56min

» Oportunidade: Mecânico de linha pesada é uma das vagas do Sine


Comentários:


Voltar ao topo