No ar:

Ouvir!     

» Geral » Direitos humanos


23/07/2019 | 10h18min

Estudo da ONU revela que desnutrição caiu no Brasil, mas que cerca de 5 milhões de pessoas ainda passam fome

Em 2017, 15 pessoas morreram por dia por desnutrição; anemia entre mulheres na faixa de reprodução cresceu 27%

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

Um estudo divulgado pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, a FAO, neste mês, aponta que a desnutrição caiu cerca de 4,5% no Brasil, entre os anos de 2004 e 2006. No período entre 2016 e 2018, o índice teve retração de 2,5%. Apesar desse recuo, dados também revelam que ainda existem cerca de 5 milhões de brasileiros em desnutrição, ou seja, que passam fome. 

 

O relatório da ONU mostra, ainda, que o combate à fome teve prejuízos acentuados devido à crise econômica de 2012 e, por isso, o país passou a registrar aumento de doenças ligadas à desnutrição. A anemia, por exemplo, cresceu mais de 27%, em 2016, entre as mulheres na faixa de reprodução, de 15 a 49 anos.

 

De acordo com a entidade, a fome é relacionada diretamente às pessoas que vivem na faixa de extrema pobreza. No Brasil, mais de 15 milhões de pessoas vivem nesta faixa. Ainda de acordo com a FAO, foram registradas, em 2017, cerca de 15 mortes por dia no Brasil, por desnutrição. 


Veja também:


23/08/2019 | 09h13min

» Política: Câmara de Vereadores de Santiago comemora 135 de parlamento com homenagens

23/08/2019 | 09h08min

» Segurança: Corpo de Bombeiros de Santiago iniciou o projeto "Bombeiro Orienta"

23/08/2019 | 09h03min

» Política: Aprovada pelo Senado, MP da Liberdade Econômica vai desburocratizar atividades de baixo risco, defendem parlamentares


Comentários:


Voltar ao topo