No ar:
Tá em casa - Ieda Beltrão    14h00min às 15h00min

Ouvir!     

» Geral » Cultura


08/05/2020 | 13h02min

Em tempos de reclusão social, eventos culturais ganham espaço na internet

Rodrigo Neres, coordenador de Cultura, ressaltou que são várias ações

Live cultural é sucesso. Foto: ReproduçãoLive cultural é sucesso. Foto: Reprodução

O departamento de cultura de Santiago aproveita o período de isolamento para divulgar, de  outra forma, as produções literárias através de lives que contam com a participação de alguns ativistas culturais, entre eles Ronaldo Gomes, presidente da Casa do Poeta, escritora Ligia Rosso e, em breve o professor e diretor de teatro, Pablo Damian e Camila Jornada.

 

O titular da pasta, Rodrigo Neres, disse que são várias ações que incluem também contação de histórias com pequenos vídeos, tendo como base livros importantes que serve de subsídio para alunos e professores.

 

Quanto a visitação na Estação do Conhecimento, Rodrigo disse que ainda não é o momento. Enquanto isso o acervo está sendo organizado para melhor atender à comunidade visitante, com o fim da pandemia de coronavírus.

 

Com o retorno das unidades escolares, todos os espaços, que incluem também biblioteca e museu municipal voltarão abrir, mas obedecendo todos os aspectos de higienização.

 

 Rodrigo Neres fez questão de mencionar também o impacto da Covid-19 no âmbito cultural. Primeiro os artistas que são os principais afetados pelo distanciamento social, com ênfase aos músicos que estão sem espaço para sua renda. Segundo são os teatros e cinemas.

 

O lado bom disso é a importância da arte para quem se mantém em casa. Os artistas são vistos de uma forma diferenciada. Durante o isolamento social lives de músicas, filmes, vídeos da internet e produção artísticas em geral que estão dando conforto às famílias. Sobre a feira do livro e a relação com o contexto, Neres disse que ainda muito cedo, apesar de admitir que 2020 é um ano atípico.  Preferiu não opinar sobre a realização do evento, argumentando que a administração sabe o que será bom para a comunidade.

 

O coordenador de cultura aproveitou para informar que a estação do saber, localizada no ginásio Aureliano de Figueiredo Pinto está funcionando das 13h30min as 18h30min./ O espaço perto da escola Thomas Fortes foi destinado para o Centro de Valorização da Vida-CVV, unidade de Santiago.

 


Veja também:


02/06/2020 | 10h25min

» Polícia: Hidroxicloroquina começa a ser contrabandeada no Brasil

02/06/2020 | 10h19min

» Tecnologia: Pesquisa indica maior consumo de vídeo e áudio online no Brasil

02/06/2020 | 10h07min

» Pesquisa: Estudantes de Agronomia da Uri Santiago aprovam artigo que fala sobre solo


Comentários:


Voltar ao topo