No ar:
Pátria e Querência - Marco Antônio Nunes e Marcelo Peronio Ramos    16h00min às 17h00min

Ouvir!     

» Geral » Saúde


10/04/2019 | 15h16min

Em Santiago a campanha de vacinação da gripe iniciou com 3.720 doses das 20.678 previstas

Nesta primeira fase, serão priorizadas crianças com idade entre 1 e 6 anos, grávidas em qualquer período gestacional e puérperas

Foto: Ieda BeltrãoFoto: Ieda Beltrão

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe terá neste ano uma atualização nos tipos de vírus que compõem as doses.

 

Duas das três cepas do vírus Influenza que fazem parte da vacina foram alteradas para esta temporada, com base nos estudos dos tipos mais frequentes que circulam no continente. Por isso é importante que os grupos prioritários façam a vacina todos os anos.

 

De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde, a vacina protege contra três apresentações do vírus Influenza: A (H1N1), A (H3N2) e B.

 

A composição da vacina é estabelecida anualmente pela Organização Mundial da Saúde, com base nas informações de laboratórios de referência sobre a prevalência das cepas circulantes. A vacina é produzida com vírus mortos, sem risco de causar infecção a quem a recebe.

 

Desta quarta (10) até o dia 18 deste mês a campanha será direcionada prioritariamente para o público das gestantes e das crianças, que neste ano teve a faixa etária estendida, abrangendo agora as maiores de 6 meses e menores de 6 anos de idade.

 

Os dois públicos foram os que menos se vacinaram em 2018. A partir do dia 22, poderão procurar a dose nas Unidades Básicas de Saúde de todo o Estado os demais grupos, como as pessoas acima dos 60 anos,  puérperas, doentes crônicos e professores.

 

Em Santiago a campanha de vacinação da gripe iniciou com 3.720 doses das 20.678 previstas; 150 para cada uma das 11 Estratégias de Saúde da Família e  2.070 no Centro  Materno Infantil.

 

De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde, Nandria Burmann, a meta é vacinar 3.159 crianças, 1.771 trabalhadores em saúde, 470 gestantes, 77 puérperas, 8.044 idosos e 918 professores, além de pessoas com doenças crônicas e do sistema prisional  que não são quantificadas.

 

 

 


Veja também:


26/06/2019 | 15h40min

» Justiça: Município multa empresa por falta de manutenção nos trilhos da antiga RFFSA

26/06/2019 | 13h16min

» Economia: Saque do abono salarial do PIS 2018/2019 vai até está sexta-feira

26/06/2019 | 12h51min

» Educação: Uri Santiago: processo seletivo para Intérprete de Libras


Comentários:


Voltar ao topo