No ar:
Pátria e Querência - Marco Antônio Nunes e Marcelo Peronio Ramos    16h00min às 17h00min

Ouvir!     

» Geral » Clima


29/07/2019 | 16h08min

Defesa Civil envia ajuda humanitária para município devido a alagamentos

Níveis de rios em elevação mantém situação de alerta

Defesa Civil segue em alerta. Foto: Defesa CivilDefesa Civil segue em alerta. Foto: Defesa Civil

Pelo menos 370 pessoas precisaram sair de casa em razão da elevação do nível de rios e deslizamentos de terra no Rio Grande do Sul, durante o último fim de semana. São Gabriel, Dom Pedrito e Alegrete foram os municípios mais atingidos. 



A Defesa Civil estadual enviou a ajuda humanitária para São Gabriel na tarde de sábado (27). Colchões, cobertores, alimentos e papel higiênico, entre outros itens, foram doados às famílias atingidas pela cheia do rio Vacacaí. O prefeito do município, Rossano Dotto Gonçalves, assinou decreto de emergência em função das fortes chuvas da semana passada.



Em Santa Cruz do Sul, o rio Pardinho apresentou rápido declínio, contudo a onda de cheia se deslocou para o rio Pardo e Jacuí. No bairro Margarida, um deslizamento de terras em uma encosta, danificou duas residências. Não há feridos e as duas famílias foram removidas do local pela prefeitura. Nesta segunda-feira (29/7), oito pessoas ainda estão desalojadas em Santa Cruz do Sul.

 

No município de Estância Velha, um deslizamento de terra em uma obra danificou três residências. Não há feridos e três famílias foram removidas do local e encaminhadas para casa de parentes. Ao todo, 12 pessoas estão desalojadas.



Em Cachoeira do Sul, o rio Jacuí está 4,30 metros acima do nível normal, em elevação, subindo um centímetro por hora. A Defesa Civil do Estado está com uma equipe mobilizada monitorando a situação. Uma família está desabrigada e outra desalojada. Ao todo, sete pessoas estão fora de casa.



Em Dom Pedrito, 30 pessoas estão desalojadas e quatro desabrigadas. No município de Alegrete, o rio Ibirapuitã está com 8,95 metros acima do nível normal e continua subindo cerca de um centímetro por hora. São 13 famílias afetadas, totalizando de 38 pessoas. 



As nove Coordenadorias Regionais de Defesa Civil do Estado permanecem em alerta, acompanhando a evolução do evento climático. Os rios Ibicuí, Santa Maria, Camaquã, Baixo Jacuí, Gravataí estão em situação de alerta em função da elevação das águas em alguns pontos. 


Veja também:


02/07/2020 | 15h29min

» Educação: Adaptado aos novos tempos, projeto de extensão Consultoria em Psicologia Escolar retomará ações

02/07/2020 | 13h29min

» Pandemia: Santiago tem 5 novos casos de covid-19, 11 curas

02/07/2020 | 11h23min

» : MEC define protocolo de segurança para volta às aulas


Comentários:


Voltar ao topo