No ar:
Buenas Tarde meu Santiago (1º parte) - Marco Antônio Nunes    17h00min às 18h00min

Ouvir!     

» Geral » Educação


26/04/2019 | 13h41min

Cpers decide paralisações até o fim do parcelamento de salários

A primeira paralisação será no dia 2 de maio. Em Santiago, mais de 60% das escolas já confirmaram que vão parar neste dia

Foto: Ieda BeltrãoFoto: Ieda Beltrão

Nesta segunda-feira (29), o CPERS estará reunido com o governador Eduardo Leite, a partir das três da tarde para discutir sobre a primeira negociação, fruto da assembleia realizada no dia 12 de abril.

 

O presidente do núcleo de Santiago, Leandro Parise Wesz disse que dois pontos principais serão negociados: a reposição salarial de 28,78%, relativa às perdas acumuladas nos últimos quatro anos, período em que a categoria não teve reajuste e a realização de concurso para professores e funcionários das escolas, incluindo também a nomeação dos servidores que passaram no certame em 2014, com vigência até a meta deste ano.

 

Wesz  lembra que o Rio Grande do Sul apresentou o maior crescimento industrial do ano, além da expectativa de uma safra recorde que vai gerar economia para o estado, assim como o reajuste do ICM. Diante deste prognóstico positivo é que o CPERS se manterá firme no propósito de garantir qualidade na educação.

 

 A Assembleia do CPERS, do dia 12 também decidiu por paralisar as aulas no próximo dia útil ao do pagamento. A primeira paralisação será no dia 2 de maio. Em Santiago, segundo Leandro mais de 60% das escolas já confirmaram que vão parar neste dia, assim como as demais que pertencem ao núcleo.

 

O sindicato dos professores exige do governo o fim do parcelamento, por isso durante todos os meses que houver atraso nos salários as aulas serão paralisadas como forma de pressionar o executivo a negociar com o CPERS e com os trabalhadores em educação.


Veja também:


25/06/2019 | 16h39min

» Meio Ambiente: Descarte de material indevido provoca danos em contêiner

25/06/2019 | 15h06min

» Educação: Uri Santiago: você pode fazer vestibular através de agendamento

25/06/2019 | 09h57min

» Economia: MP da Liberdade Econômica prevê desburocratização e libera abertura de atividades empresariais sem obrigação de alvará e licenças


Comentários:


Voltar ao topo