No ar:
Plantão Gaúcha - Rede Gaúcha Sat    22h00min às 23h59min

Ouvir!     

» Geral » Serviço


22/08/2020 | 06h48min

Correios realizam mutirão de entrega neste final de semana

Servidores prometem intensificar greve após STF suspender o acordo coletivo da categoria

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

Os Correios anunciaram, para este final de semana, a realização de um mutirão para entrega de encomendas em todo o Brasil. O serviço está prejudicado em razão da greve da categoria. Trabalhadores da empresa paralisaram os serviços por tempo indeterminado em razão do alegado corte de direitos do acordo coletivo.

 

A força-tarefa dos Correios faz parte do plano de contingência da empresa. Funcionários de setores administrativos vão auxiliar na operação durante o sábado e domingo. Além disso, haverá o remanejamento de veículos para dar conta da demanda. O serviço estima realizar a entrega de um volume quatro vezes maior de encomendas em fins de semana.

 

De acordo com a administração dos Correios, as agências estão abertas com a oferta de serviços e produtos. As encomendas via SEDEX e PAC continuam sendo postadas e entregues.

 

Greve dos Correios

 

Trabalhadores dos Correios entraram em greve no início da semana, protestando contra mudanças no acordo coletivo firmado entre categoria e empresa. Segundo o sindicato que representa os funcionários da estatal, estavam sendo cortados 70 dos 79 itens previsto na convenção.

 

Nessa sexta-feira, Supremo Tribunal Federal suspendeu o acordo de trabalho de forma definitiva. Os empregados prometem intensificar o movimento de paralisação. Os Correios informaram que não foram notificados sobre a decisão e que, somente depois disso, vão se manifestar.


Veja também:


24/09/2020 | 17h11min

» Saúde: Doações de órgãos caíram 40% com pandemia

24/09/2020 | 17h08min

» Pandemia: Justiça derruba liminar e obriga peritos do INSS a voltar ao trabalho

24/09/2020 | 17h05min

» Economia: Pedidos de seguro-desemprego caem 9,3% na primeira metade de setembro


Comentários:


Voltar ao topo