No ar:

Ouvir!     

» Geral » Saúde


06/03/2020 | 17h20min

Coronavírus: "estamos cada vez mais perto de vacina e tratamento para o coronavírus", diz OMS

Número de casos da doença no mundo ultrapassa 100 mil

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou que há pelos menos 20 vacinas sendo elaboradas em diferentes partes do mundo e que a cada dia "estamos mais perto de uma vacina e de tratamentos eficientes para conter o coronavírus". Em entrevista coletiva, nesta sexta-feira, representantes da OMS concentraram suas falas na contenção a propagação do vírus. A organização ainda não classifica o surto como uma pandemia.

 

Segundo a OMS, o número de pessoas infectadas globalmente atingiu os 100 mil casos, em 47 países com 3.383 mortes. Nas últimas 24 horas, 2.706 casos foram reportados em diversos países. A organização mantém a diretriz de que todos os casos graves devem passar por testes para coronavírus, numa seleção clínica. Cada país deve criar parâmetros para isolar pacientes e identificar qual é a melhor forma de tratamento.

 

Ainda é difícil calcular a taxa de mortalidade do vírus porque ele afeta populações de maneiras diversas, mas a OMS está trabalhando com modelos matemáticos. O que se sabe é que a idade avançada e a saúde frágil podem levar à morte por coronavírus.

 

Os representantes da OMS disseram também que não é possível afirmar que a chegada do calor no Hemisfério Norte vá diminuir a ação do vírus. "Ainda não sabemos os diferentes comportamentos do vírus em diferentes climas", afirmou o diretor-geral da entidade, Tedros Adhanom Ghebreyesus. A entidade não incentiva restrições de viagens em massa, mas informou que é preciso manter restrições para locais onde há evidência de surto do vírus.


Veja também:


01/04/2020 | 16h58min

» Imagem: A cena mais esperada dos últimos dias: a chegada da chuva

01/04/2020 | 16h21min

» Política: Senado aprova PL que dispensa atestado médico para trabalhadores com suspeita de coronavírus

01/04/2020 | 15h46min

» Solidariedade: Quer ajudar: conheça algumas campanhas em andamento


Comentários:


Voltar ao topo