No ar:

Ouvir!     

» Geral » Economia


29/09/2020 | 16h47min

Comércio de Santiago apresenta reação, já o setor de serviços fica em baixa

O comércio apresentou reação, fechando o mês com saldo positivo de 27, admitindo 83 e desligando 56

Foto: Ieda BeltrãoFoto: Ieda Beltrão

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – Caged referentes ao mês de julho de 2020 apontam saldo negativo de (menos 16) em Santiago. Neste período, o município empregou 135 pessoas e demitiu 151.

 

Por seguimento, o setor do Comércio apresentou reação, fechando o mês com saldo positivo de  27, admitindo 83 e desligando 56; a indústria também reagiu positivamente  com  15 admissões e  7 desligamentos, saldo positivo de  9.

 

O maior saldo negativo ficou o setor de Serviços que foi de  (menos 43), admitindo  29 e desligando  72 profissionais; em seguida vem a Construção com saldo negativo de 9. Este setor admitiu 5 e desligou 15 profissionais. A Agropecuária fechou julho com saldo 0, empregou 1 e desligou 1 profissional. Em junho, conforme o Caged, o saldo de desemprego foi menor em Santiago, fechando em  menos 10, com  103 admissões e  113 desligamentos.

 

No mês de março, quando iniciou a pandemia o saldo negativo chegou a 18, registrando 220 desligamentos e  202 admissões. Aos poucos a economia local começa a crescer com a expectativa de achatamento da curva de contágio por coronavirus, responsável pela crise mundial em todos os setores./ Nesta semana serão divulgados os dados de agosto.


Veja também:


27/10/2020 | 16h49min

» Trânsito: Validade da CNH é uma das mudanças no código de trânsito brasileiro

27/10/2020 | 11h59min

» Economia: Auxílio emergencial: Caixa libera último saque do ciclo 2

27/10/2020 | 11h10min

» Abastecimento: Convênio técnico deve resolver problemas de armazenamento de água na barragem de Santiago


Comentários:


Voltar ao topo