No ar:
Baita Chão - Marco Antônio Nunes e Marcelo Peronio    15h00min às 16h00min

Ouvir!     

» Geral » Saúde


17/03/2021 | 10h17min

Campanha nacional de vacinação contra a gripe começa em 12 de abril

A meta do Ministério da Saúde é imunizar 79,7 milhões de pessoas que fazem parte dos grupos prioritários até 9 de julho

Foto: Ieda BeltrãoFoto: Ieda Beltrão

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza começa em 12 de abril. A meta do Ministério da Saúde é imunizar 79,7 milhões de pessoas que fazem parte dos grupos prioritários até 9 de julho.

 

De acordo com a pasta, serão imunizados:

 

Crianças de seis meses a menores de seis anos de idade (cinco anos, 11 meses e 29 dias)

Gestantes
Puérperas (mulheres que deram à luz há pouco tempo)
Povos indígenas
Trabalhadores da saúde
Idosos com 60 anos ou mais
Professores das escolas públicas e privadas
Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais
Pessoas com deficiência permanente
Forças de segurança e salvamento
Forças armadas
Caminhoneiros
Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso
Trabalhadores portuários
Funcionários do sistema prisional
Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas
População privada de liberdade

O Ministério da Saúde afirma que confirmou as diretrizes da campanha com envio do Informe Técnico aos Estados e ao Distrito Federal. Por causa da pandemia, a vacinação deve ocorrer em três etapas, conforme a realidade de cada município, que também terá autonomia para definir as datas de mobilização (Dia D).

A pasta distribuirá 80 milhões de doses da vacina influenza trivalente, produzida pelo Instituto Butantan, para imunizar 90% do público-alvo.

 

Intervalo entre as vacinas da covid-19 e da gripe

 

Mesmo com o início da campanha em abril, a imunização contra o coronavírus será mantida conforme cronograma. Considerando a ausência de estudos sobre a coadministração das vacinas, o Ministério da Saúde não recomenda a aplicação das duas doses simultaneamente.

 

"As pessoas que fazem parte do grupo prioritário para a vacinação contra a influenza e que ainda não foram vacinadas contra a covid-19, devem ser priorizadas para tomar a dose contra o novo coronavírus e terem agendada a vacina contra a influenza, respeitando um intervalo mínimo de 14 dias entre elas", orienta a pasta.


Veja também:


13/04/2021 | 10h26min

» Pandemia: Alemanha aprova endurecimento da lei anti-covid que inclui toques de recolher

13/04/2021 | 10h02min

» Saúde: Agências de saúde dos EUA pedem interrupção do uso da vacina da Janssen após coágulos sanguíneos

13/04/2021 | 09h36min

» Saúde: Secretaria da Saúde auxilia municípios a identificar quem ainda não recebeu segunda dose da vacina da Covid-19


Comentários:


Voltar ao topo