No ar:

Ouvir!     

» Geral » Política


10/10/2019 | 09h40min

Bolsonaro não deixará PSL de livre e espontânea vontade, diz porta-voz

O porta-voz do Palácio do Planalto, Otávio Rêgo Barros, afirmou na noite desta quarta-feira (9) que o presidente Jair Bolsonaro não pretende, por enquanto, tomar a decisão de sair do PSL. Durante a tarde, Bolsonaro se reuniu com pelo menos 15 deputados federais do partido para discutir a situação da legenda.

 

"Ele [Bolsonaro] destacou que não pretende deixar o PSL de livre e espontânea vontade. Qualquer decisão nesse sentido seria unilateral", afirmou Rêgo Barros em entrevista a jornalistas. De acordo com o porta-voz, o presidente busca preservar seu compromissos de campanha. "O presidente reiterou que uma de suas premissas, e ele o fez de forma enfática, é a defesa de suas bandeiras de campanha, que o trouxeram ao Planalto, assim como vários congressistas", acrescentou.

 

Mais cedo, a advogada eleitoral Karina Kufa, que representa Bolsonaro, afirmou que há desgaste na relação entre o presidente e dirigentes nacionais do PSL. Ela e o ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Admar Gonzaga também participaram da reunião de Bolsonaro com parlamentares do PSL e estudam uma forma de os deputados deixarem a sigla sem serem penalizados com a perda de mandato por causa da infidelidade partidária. No caso do presidente e outros integrantes do PSL com cargo majoritário (governador, prefeito e senador), uma eventual troca de partido não é vedada pela legislação.

 

EBC


Veja também:


28/02/2020 | 09h16min

» Saúde: Vigilância em saúde do RS investiga 21 casos suspeitos de coronavírus

28/02/2020 | 06h53min

» Publicidade: Fim de semana tem que ter promoções do Damian CenterLar!

28/02/2020 | 06h24min

» Literatura: Biblioteca do Cras Delci Viero Ruivo tem hoje mais de 800 livros e um amor enorme pela leitura


Comentários:


Voltar ao topo