No ar:
Santiago Atualidade - Paulo Pinheiro    10h00min às 11h25min

Ouvir!     

» Geral » Economia


05/04/2021 | 10h05min

Auxílio emergencial deverá injetar R$ 44 bilhões na economia

Mas economistas consultados pelo R7 afirmam que o impacto na atividade econômica será menor que no ano passado

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

O governo federal estima que as novas parcelas do novo auxílio emergencial, que começam a ser pagas nesta terça-feira (6), vão injetar R$ 44 bilhões na economia. Mas economistas afirmam que o impacto será bem menor que no ano passado. 

 

A nova rodada terá quatro parcelas com valor médio de R$ 250. Mulheres chefes de família receberão R$ 375 e pessoas que vivem sozinhas, R$ 150. O total de beneficiados atingirá 45,6 milhões.

 

No ano passado, as cinco primeiras parcelas foram de R$ 600 e mais quatro de R$ 300, além do dobro do valor para as mães solteiras. O total pago chegou a R$ 293,1 bilhões para 67,9 milhões de pessoas. 

 

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirma que o pagamento do novo auxílio vai refletir em um aumento no consumo e aquecimento da economia. "É muito importante porque uma parcela da população mais carente que consome tudo", disse Guimarães.


Veja também:


16/04/2021 | 09h23min

» Pandemia: Com mais 2.275 doses, santiaguenses de 62 anos serão vacinados

15/04/2021 | 18h32min

» Trânsito: Acidente no centro de Santiago envolve três carros

15/04/2021 | 16h35min

» Segurança: Patrulha Rural do 5º R PMon intensifica suas ações diariamente


Comentários:


Voltar ao topo