No ar:
Santiago Rural - Paulo Pinheiro    05h00min às 05h30min

Ouvir!     

» Geral » Saúde


28/05/2019 | 09h17min

Apenas dois grupos atingiram a meta de 90% de vacinação contra a gripe em Santiago

No Rio Grande do Sul já foram registradas três mortes por gripe

Foto: Ieda BeltrãoFoto: Ieda Beltrão

A campanha de vacinação da gripe entra na reta final com apenas dois grupos que atingiram a meta de 90% em Santiago, que foram o grupo dos idosos 98,58% e dos professores 102,94%.

 

Ainda não atingiram a meta os grupos: das crianças – 67,46%, trabalhadores em saúde – 70,24%, puérperas -85,71% e gestantes 70,43%./ No grupo das comorbidades o índice vacinal é de 55,44%.

 

Fora isso foram vacinados 119 pessoas privadas de liberdade e 101 agentes  que atuam no presídio estadual de Santiago. Em relação aos militares dos 1.519 previstos, se vacinaram até aqui 885.

 

Ao divulgar os números no último domingo (26) aqui na Rádio Santiago, a coordenadora da Vigilância Epidemiológica e Imunizações da Secretaria Municipal da Saúde, pediu que a população alvo procure as Estratégias de Saúde ou o Centro Materno Infantil. Nandria Ramalho Gomes Burmann disse que em Santiago apenas 83,63% das 20.424 pessoas a serem vacinadas procuraram os postos.

 

Gestantes e crianças até 6 anos tiveram o privilégio de se vacinarem ainda em abril quando do início da campanha, no dia 10, especialmente para estes dois grupos. No RS já foram registradas três mortes por gripe. É importante ressaltar que a vacina leva quinze dias para fazer efeito.

 

O Ministério da Saúde ainda não divulgou se prolongará a campanha ou se abrirá para a população em geral, após o dia  31 de maio.

 


Veja também:


19/06/2019 | 18h29min

» Polícia: Decretada prisão preventiva de mãe suspeita de matar a filha recém-nascida

19/06/2019 | 15h13min

» Trânsito: Brigada Militar de Santiago realiza ação conjunta com Guarda Municipal

19/06/2019 | 11h27min

» Comércio: Centro Empresarial de Santiago realiza segundo sorteio da Campanha Comprar Aqui É Bom Demais.


Comentários:


Voltar ao topo