No ar:
Rede Gaúcha Sat -    23h01min às 23h59min

Ouvir!     

» Geral » Saúde


18/04/2024 | 16h45min

Análise aponta perfil dos óbitos por dengue no RS em 2024

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

A Secretaria da Saúde (SES) publicou, nesta quinta-feira (18), uma nota informativa sobre o perfil dos óbitos por dengue no Rio Grande do Sul. Os dados, compilados pelo Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), apontam recomendações à população e aos profissionais de saúde sobre uma maior atenção aos sintomas e ao tratamento previsto nos protocolos.

 

Foram utilizadas na análise as notificações dos primeiros 73 óbitos pela doença no ano, número que já foi atualizado na quarta-feira (17) para 78. “Este número é inédito no Rio Grande do Sul, sendo o maior que já tivemos no mesmo ano. Ultrapassa 2022, quando tivemos 66 mortes por conta da doença. A avaliação desses 73 óbitos mostrou a questão da importância da idade. Os nossos óbitos acontecem mais na população acima de 60 anos, como um fator biológico importante”, apontou o diretor-adjunto do Cevs, Marcelo Vallandro. Entre as mortes descritas na avaliação, 73% delas ocorreram entre pessoas com 60 anos ou mais.

 

Os sintomas mais frequentes entre os óbitos são: febre (62%), dor muscular (58%), dor de cabeça (43%) e náuseas (43%). As doenças preexistentes mais relatadas foram hipertensão (56%), diabetes (18%), cardiopatia (18%) e doença pulmonar obstrutiva crônica (16%). Não houve relato de comorbidade em 16% dos casos de morte. “A busca tardia por atendimento e o manejo não totalmente adequado em relação aos protocolos nas unidades de saúde também são fatores relevantes para esses desfechos”, relatou Vallandro.

 

Nota informativa na íntegra


Veja também:


26/05/2024 | 13h39min

» : PRF prende traficantes com skunk e haxixe em carro com donativos

26/05/2024 | 13h24min

» : Número de mortes causadas pelas chuvas no RS sobe para 169

26/05/2024 | 13h20min

» : STF prorroga cotas raciais em concursos até Congresso votar nova lei


Comentários:


Voltar ao topo